web-archive-pt.com » PT » C » CONFEDERACAOTURISMOPORTUGUES.PT

Total: 488

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • Confederação do Turismo Português
    EDP Millennium BCP CONTACTOS Imprensa Comunicados Taxa Turística Aveiro 2013 01 11 CTP reuniu ontem com a Assembleia Municipal de Aveiro A CTP Confederação do Turismo Português reuniu se ontem com a Assembleia Municipal de Aveiro que se mostrou disponível para tentar no âmbito das suas competências encontrar consenso para ultrapassar as divergências existentes entre os vários agentes económicos aveirenses e a Câmara Municipal no que respeita à taxa turística em vigor desde o dia 1 do corrente mês de Janeiro Esta reunião abriu a possibilidade de uma nova renegociação na procura de uma solução consensual que possa afastar a aplicação da chamada taxa turística Francisco Calheiros presidente da Confederação do Turismo Português esclarece A CTP é totalmente contra a aplicabilidade de qualquer taxa que penalize ainda mais o setor do Turismo independentemente da legalidade dos termos da sua aplicação e voltámos a defender a nossa posição nesta audiência Contudo percebendo as dificuldades financeiras da Câmara Municipal de Aveiro disponibilizamo nos a colaborar com o auxílio das nossas associadas na procura de alternativas credíveis de financiamento da autarquia Na reunião de ontem estiveram presentes o Presidente da CTP Francisco Calheiros dois membros da Comissão Executiva e representantes das suas associadas

    Original URL path: http://www.confederacaoturismoportugues.pt/press/view/id/372 (2016-01-01)
    Open archived version from archive


  • Confederação do Turismo Português
    analisar a aplicabilidade da taxa turística CTP vai solicitar reunião à Câmara Municipal e Assembleia Municipal de Aveiro A CTP Confederação do Turismo Português condena a aplicação da taxa turística anunciada pela Câmara Municipal de Aveiro que conforme anunciado entrará em vigor no próximo dia 1 de janeiro e denuncia a ausência de comunicação quer à CTP quer a qualquer das suas associadas sobre as conclusões do grupo de trabalho supostamente criado pela autarquia em agosto passado e que tinha como objetivo analisar várias questões relacionadas com a aplicabilidade desta taxa turística Foi assim com total surpresa que recebeu o anúncio da entrada em vigor da referida taxa já no primeiro dia do próximo ano A CTP lamenta que a autarquia ignore os apelos não só dos empresários como das associações do setor e decida avançar com uma medida que não só irá prejudicar as empresas turísticas nacionais como não trará os benefícios para a autarquia que esta supostamente antecipa Francisco Calheiros presidente da CTP afirma Esta decisão revela pouca consciência da situação das empresas e da realidade do Turismo e daquilo que o influencia Mostra além do mais falta de atenção ao que se passa no setor uma vez

    Original URL path: http://www.confederacaoturismoportugues.pt/press/view/id/371 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Confederação do Turismo Português
    o Governo ter tomado a iniciativa de ouvir as preocupações do Turismo em algo tão vital para o setor como são as privatizações da TAP e da ANA Face à marcação para amanhã da reunião solicitada anteriormente ao Governo a CTP irá apresentar formalmente as suas preocupações e propostas sobre estas matérias Com efeito num país em que o setor do Turismo depende essencialmente das chegadas dos turistas por via aérea não parece admissível que o setor privado do Turismo não tenha sido ouvido de forma institucional nem envolvido no processo de decisão sobre as entidades compradoras e tendo em conta os cenários tornados públicos em especial da ANA O momento é tardio mas o setor do Turismo quer acreditar que um conjunto de medidas foi e será tido em conta nestes processos de privatização Apesar de por diversas vezes a CTP se ter manifestado quer pública quer diretamente a membros do Governo disponível para contribuir com os seus pontos de vista para uma decisão que otimize todas as vantagens destas privatizações para a economia do país nem por isso o Governo forneceu qualquer informação que não fosse as que os media referem Torna se crucial conhecer e negociar à partida a política das taxas aeroportuárias o papel a desempenhar pela entidade reguladora e a forma como vão ser geridos os aeroportos de Lisboa do Porto e do Algarve cada um deles com especificidades e necessidade de atração próprias e determinantes para o aumento do seu tráfego de passageiros que é o objetivo principal de todos e de cada um deles Por outro lado é da mesma forma essencial no que à TAP diz respeito assegurar o HUB em Lisboa e o plano de crescimento da companhia aérea através de um plano de negócios cujos contornos deveriam ser assegurados de

    Original URL path: http://www.confederacaoturismoportugues.pt/press/view/id/367 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Confederação do Turismo Português
    Confederação do Turismo Português está a promover o estudo Melhores Competências Melhor Turismo que tem como objetivo identificar os principais desafios que se colocam ao setor ao nível do desenvolvimento dos recursos humanos O estudo está a ser realizado pela Quaternaire Portugal empresa especializada na realização de estudos de avaliação de programas políticas e projectos e visa identificar as tendências da evolução que caracterizam o setor a nível nacional e internacional e avaliar o impacto que no quadro dos objetivos de reforço de competitividade do setor essas tendências terão no emprego e nas competências dos profissionais O desenvolvimento do trabalho prevê uma forte interação com os atores do setor e neste sentido a CTP e a Quaternaire Portugal vão realizar um primeiro Workshop dirigido aos subsetores da hotelaria e restauração no próximo dia 21 de Novembro às 10 horas na Unidade de Formação de Hotelaria e Turismo da ETAP Escola Profissional em Vila Praia de Âncora Este será o primeiro de dois workshops que se realizarão em diferentes pontos do país e que têm como principal objetivo validar e completar o exercício preliminar de identificação dos fatores de mudança e dos domínios de impacto na evolução das competências chave para

    Original URL path: http://www.confederacaoturismoportugues.pt/press/view/id/361 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Confederação do Turismo Português
    do diploma que revê o regime jurídico das Entidades Regionais do Turismo e considera que a mesma não prossegue os objetivos do setor e não contribui para a valorização do destino Portugal nem das suas regiões De facto em Setembro passado a CTP e a SET após vários meses de negociação tinham conseguido acordar uma versão do diploma que não atendendo a todas as pretensões da CTP havia merecido contudo o seu apoio e das suas associadas A atual versão mereceu do Conselho Diretivo da CTP reunido em 13 de Novembro total rejeição entre outras coisas pela alteração do regime aplicável à participação dos privados subtraindo a influência determinante dos mesmos na promoção turística e devolvendo a entidades públicas todo o poder sobre essa matéria Foi assim deliberado por unanimidade dos presentes solicitar à Senhora Secretária de Estado do Turismo a suspensão do processo legislativo conducente à aprovação do diploma com o objetivo de poder ainda encontrar se uma forma consensual de aprovação do mesmo com o apoio expresso da CTP algo que não poderá ocorrer nas atuais condições A CTP enquanto organismo de cúpula do setor do Turismo sempre se disponibilizou para colaborar com uma postura de abertura total

    Original URL path: http://www.confederacaoturismoportugues.pt/press/view/id/362 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Confederação do Turismo Português
    mesmo seja corrigido e adaptado à realidade e aos desafios que o setor do turismo e a economia enfrentam criando as reais condições para um desenvolvimento sustentável Recorde se que a CTP foi surpreendida na tarde da passada sexta feira dia 10 de Novembro com uma nova versão do diploma que revê o regime jurídico das Entidades Regionais do Turismo De facto em Setembro passado a CTP e a SET após vários meses de negociação tinham conseguido acordar uma versão do diploma que não atendendo a todas as pretensões da CTP havia merecido contudo o seu apoio e das suas associadas A atual versão mereceu do Conselho Diretivo da CTP reunido em 13 de Novembro total rejeição entre outras coisas pela alteração do regime aplicável à participação dos privados subtraindo a influência determinante dos mesmos na promoção turística e devolvendo a entidades públicas todo o poder sobre essa matéria Foi assim deliberado por unanimidade dos presentes solicitar à Senhora Secretária de Estado do Turismo a suspensão do processo legislativo conducente à aprovação do diploma com o objetivo de poder ainda encontrar se uma forma consensual de aprovação do mesmo com o apoio expresso da CTP algo que não poderá ocorrer

    Original URL path: http://www.confederacaoturismoportugues.pt/press/view/id/363 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Confederação do Turismo Português
    Monetário Internacional da Comissão Europeia e do Banco Central Europeu num encontro com os Parceiros Sociais Para a CTP o Governo insiste na proposta de Lei do Orçamento de Estado para 2013 num aumento de austeridade e da carga fiscal o que levará a um maior aprofundar a recessão em que Portugal se encontra e ao aumento da taxa de desemprego Francisco Calheiros alertou para o facto de grande parte das empresas nacionais estarem dependentes do mercado interno e para o facto da falta de meios das famílias estar a conduzir a uma quebra na procura de bens e serviços o que conduz inevitavelmente ao encerramento de inúmeras empresas ao aumento do desemprego e consequentemente a menos receitas para o Estado No que respeita à atividade turística o Presidente da CTP manifestou o seu desagrado pela falta de apoios ao setor e pela falta de sensibilidade para a importância do mesmo estando a ser altamente penalizado na sua rentabilidade pelo constante aumento dos impostos e taxas A CTP defende a necessidade de serem adotadas medidas de reforço do potencial do setor e alertou para a falta de coerência e articulação de algumas medidas adotadas Francisco Calheiros deu como exemplo a iniciativa do Governo na recente aprovação dos Golden Visa que permite a concessão e renovação da autorização de residência com dispensa de visto e que é de facto uma boa iniciativa e que poderia constituir um impulso para o Turismo Residencial No entanto este impulso depara se com o agravamento do IMI o que retira todo o efeito incentivador de investimento à medida A CTP entende com isto haver uma clara incoerência na adoção das medidas apresentadas por este Governo Acresce ainda a gravidade de medidas para as quais a CTP tem vindo a reclamar a especial atenção e que

    Original URL path: http://www.confederacaoturismoportugues.pt/press/view/id/360 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Confederação do Turismo Português
    2012 11 07 A CTP Confederação do Turismo Português contesta a proposta apresentada esta semana pela Comunidade Intermunicipal do Algarve Amal que visa cobrar uma taxa sobre as dormidas turísticas Não podemos aceitar que o Turismo seja penalizado e que possa ser visto como a solução para resolver os problemas das autarquias nacionais Têm que ser encontradas outras formas de solucionar problemas estruturais e não podemos pactuar com soluções que penalizem um setor que já está a ser afetado pela conjuntura económica e financeira nacional e internacional Reiteramos o que defendemos aquando das propostas de algumas Câmaras Municipais entre elas a de Vila Real de Santo António este tipo de medidas retiram competitividade ao destino Portugal declara Francisco Calheiros presidente da Confederação do Turismo Português Para a CTP Confederação do Turismo Português este tipo de medidas já anteriormente apresentadas pela Câmara Municipal de Vila Real de Santo António Portimão e ainda pela autarquia de Aveiro apenas criam dificuldades às empresas do setor turístico Recorde se ainda que em 2010 também a Câmara Municipal de Lisboa tinha manifestado a sua intenção de aplicar uma taxa turística de alojamento mas a avaliação das consequências impediu que tal medida avançasse A CTP enquanto

    Original URL path: http://www.confederacaoturismoportugues.pt/press/view/id/358 (2016-01-01)
    Open archived version from archive



  •