web-archive-pt.com » PT » E » ENTRE-LINHAS.PT

Total: 498

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • Slimani – É possível melhorar tecnicamente na idade adulta? | Entre Linhas
    um jogador independentemente da idade podemos sempre fornecer lhe mais soluções para que ele resolva os problemas do jogo Isto pode ir do simples treino de uma mudança de direcção à finta mais elaborada que podem imaginar Eu de facto acredito que o jogador deve ser o mais criativo possível na resolução das situações de jogo não acredito no entanto que seja possível a um jogador feito adquirir esse tipo de capacidade Por isso não raras vezes defendia que devíamos utilizar o tempo de treino para outras componentes com mais reflexo na globalidade do jogo da equipa O Hugo no entanto não é de ir na conversa dos outros e faz ele muito bem Mas depois Slimani vai ao mundial e sim continua a parecer tosco com a bola nos pés mas menos No mundial Slimani joga numa ilha situada no ataque da Argélia e é o primeiro tampão para a subida do adversário a equipa argelina tem uma ideia bem definida defender de forma organizada e até ao último pingo de suor e sair rápido para o ataque compensando a falta de capacidade de jogar em ataque organizado com a criação de situações pontuais de igualdade e superioridade numérica Neste tipo de jogo duas personagens são essenciais Brahimi por ser o único capaz de ter a bola e decidir bem sobre pressão e que capacidade e Slimani porque os argelinos não têm outra hipótese senão esticar o jogo cada vez que recuperam a posse de bola É neste contexto que o rapaz me começa a surpreender é inúmeras vezes solicitado em velocidade e obrigado a dominar bolas complicadas e na maioria das situações fá lo com eficiência Sim não é aquele domínio mágico do Bernardo Silva ou do Nani com a bola colada ao pé nem o toque perfeito de um Cristiano Ronaldo a tirar o defesa da jogada mas é o suficiente para não perder a bola e ser capaz de devolvê la em condições a outro colega e diga se de passagem para um rapaz que eu achava ter duas tábuas no lugar de pernas e dois calhaus a servir de pés é uma melhoria abismal Mas não é apenas isto inúmeras vezes vejo Slimani passar em velocidade com a bola bem controlada por defesas adversários chega até a marcar um grande golo contra a Coreia do Sul em que domina a bola entre dois defesas e finaliza com classe é verdade que a graciosidade nem é para aqui chamada e não se trata de comparar com uma jogada à Messi mas mais uma vez para um rapaz que mais parecia um pino só com mobilidade do pescoço para cima trata se de uma alteração drástica de qualidade E esta época continua a contradizer me Primeiro contra o Gil Vicente faz um excelente trabalho na ala e entrega a bola em perfeitas condições a Adrien para o golo Contra o Penafiel uma série de bons apontamentos e mais uma vez um golo de grande qualidade após um

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/slimani-e-possivel-melhorar-tecnicamente-na-idade-adulta/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • Tomates | Entre Linhas
    de trás no mínimo um que Deus nos acuda Cojones para lançar às feras o Tobias que tem condições para ser o central que quiser Não me esqueço do ponto de viragem do annus horribilis sim a pior classificação de sempre podia ter sido bem pior Três derrotas seguidas quatro vitórias em 18 jornadas próximo jogo em Barcelos O que faz o Jesualdo Mete os putos Dier e Ilori no centro da defesa Zezinho no meio campo Bruma no ataque Todos com menos de 20 anos numa equipa com média de 21 Um minuto Bruma 1 0 Seis minutos Ilori 2 0 Ganhámos 3 2 com a turma da B que toda a gente adivinhava fazer melhor que a A Vénia ao professor Cojones O mesmo se aplica ao João Mário Quanto tempo vamos ter esperar para ver este senhorzinho ganhar a batuta ao André que de mestre tem pouco Cojones Marco Aproveita o próximo é em Barcelos Tweet Pin It Partilhar isto Imprimir Email Facebook Twitter LinkedIn Google Relacionado About the author Rui Coelho Rui Coelho Prev Escritor Pedro Bizarro Next Escritor Vasco Pinto da Rocha Related Posts Saudades Moyes Carta aberta ao adepto da bola O Carrillo não quer saber Estás tramado Federer A II Liga é o Zé Povinho Escritor Rui Alexandre Coelho No Comments Leave a Comment Clique aqui para cancelar a resposta First Name Last Name Email Website Your message Submit Comment Quero ser notificado de comentários adicionais por email Quero ser notificado de novos artigos por email SUBSCREVER O BLOGUE Basta escreveres o teu email e clicares no botão em baixo para receberes os novos artigos no teu email Endereço de email Procurar Artigos mais populares O Declínio do Futebol Clube do Porto Aos Olhos de um Sportinguista As crónicas de um Pastel de

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/tomates/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • Os problemas que se colocam a Marco Silva | Entre Linhas
    candidato ao título E aqui residirá provavelmente um dos maiores problemas colocados a Marco Silva a pressão Enquanto nada se esperava de Jardim pelo menos na sua 1 ª época tudo se espera pelo contrário de Marco Silva É que pressão era algo com o qual Jardim não teve de conviver como não havia metas ambiciosas a atingir nada lhe era exigido Um lugar que permitisse o acesso à Europa já seria meritório atendendo aos resultados miseráveis da época anterior Ora ao exigir se a Marco Silva a conquista do campeonato ou pelo menos um desempenho que esteja ao nível de um verdadeiro candidato ao título introduziu se um factor de pressão sobre o grupo de trabalho cujos efeitos não são necessariamente positivos em especial se levarmos em consideração o facto de o plantel do Sporting ser relativamente jovem e inexperiente Um arranque menos positivo no campeonato ou resultado negativo na Champions podem ser suscetíveis de transformar essa pressão numa precipitada sensação de fracasso podendo comprometer o resto da temporada abalando os níveis de confiança É certo que o Sporting manteve a generalidade das jóias da coroa com exceção de Rojo e que procurou reforçar se pelo menos em quantidade Foram contratados Ryan Gauld Slavchev André Geraldes Paulo Oliveira Oriol Rosell Tanaka Ramy Rabia Jonathan Silva Naby Sarr Sacko e Nani A questão é que se olharmos a todos estes jogadores apenas Nani pelo menos numa primeira análise parece entrar de caras no onze titular E este é outro dos principais problemas que Marco Silva enfrenta Não nego que todos aqueles jogadores possam ter potencial mas se a intenção era a de construir uma equipa que lute pelo título parece me que a prioridade da política de contratações deveria passar pelo recrutamento de pelo menos alguns jogadores capazes de se afirmarem imediatamente como titulares acrescentando qualidade e maturidade a uma equipa que como se sabe é particularmente jovem e inexperiente Da minha perspetiva e levando em conta o rendimento dos reforços até ao momento penso que provavelmente mais valia ter comprado apenas 3 ou 4 jogadores de inegável qualidade que não necessitassem de um período de adaptação e que se afirmassem imediatamente como titulares A ausência deste tipo de jogadores torna se evidente se atendermos a alguns pontos nevrálgicos da equipa Por exemplo a falta de um organizador de jogo por excelência um verdadeiro nr 10 é quanto a mim flagrante Adrien e André Martins não têm manifestamente essa natureza Carlos Mané será apenas uma adaptação a essa posição Ryan Gauld está na equipa B e Shikabala parece que não conta Também no centro da defesa se coloca um problema semelhante Sarr é internacional pela França e tem inquestionavelmente potencial mas lançá lo imediatamente às feras como parceiro de Maurício poderá não ser a melhor solução Na pré época a aposta nesse setor recaiu em Paulo Oliveira mas os resultados não terão sido os desejados considerando que não voltou a ser chamado à titularidade Em suma e considerando a saída

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/os-problemas-que-se-colocam-a-marco-silva/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • As garras do leão | Entre Linhas
    passado jogadores jovens com enorme potencial Mas a política de aposta nos jovens da formação de Alcochete parece desvanecer se A maioria dos novos elementos do plantel são estrangeiros 7 em 10 dos novos membros do plantel não são portugueses e só João Mário é da formação Os destaques vão para Uri Rosell pode vir a ser uma boa dor de cabeça para Marco Silva e Paulo Oliveira o potencial do jovem português deveria relegar Maurício para segundo plano Noutro patamar João Mário e Tanaka mostram ser alternativas seguras ao XI tipo dos leões O defeso revelou o que era de esperar Jardim saiu e a revelação das duas últimas épocas entrou Marco Silva teve o aval da generalidade dos adeptos e da comunicação social nacional Aliado a isso até ao momento não saiu nenhum dos titulares indiscutíveis sendo a única baixa Eric Dier a meu ver preparado para substituir Maurício ao lado de Rojo Mas o leão parece não conseguir mostrar as suas garras perante o assédio aos seus jogadores Surge agora a hipótese da equipa perder cinco titulares O empresário de Jefferson diz que está a negociar com o Sevilla O Arsenal continua a insistir em William Carvalho Rojo e Slimani e a Doyen pressionam o clube para sair Capel parece estar na porta de saída para reduzir a folha salarial do clube Com a 1ª jornada da Liga já iniciada e a 15 dias de fechar o mercado pode vir a ser um revés naquilo que são as aspirações leoninas principalmente devido a um facto O Sporting não tem capacidade financeira nem desportiva para atrair jogadores do nível dos acima referidos logo os substitutos que forem contratados podem disfarçar mas nunca poderão fazer esquecer jogadores como Slimani Rojo e principalmente o novo menino bonito do futebol nacional William Carvalho Aquilo que começou como sendo uma pré época bastante animada com várias exibições seguras e um motivador triunfo contra as águias pode terminar com alguma aflição e muitas dúvidas no ar E aí entra aquele que para mim é o melhor activo do clube neste momento Marco Silva sabe pôr os jogadores do seu lado Sabe tirar a pressão dos mesmos e acima de tudo sabe como criar uma equipa extremamente competitiva Veremos se estará à altura do desafio ou se segue o rumo por exemplo de Paulo Fonseca Os leões têm as garras de fora resta saber se estarão suficientemente afiadas para atacar o título que lhes foge há 12 épocas Resta sentarmo nos no sofá e ver se o leão está pronto para começar a discutir o título nacional já hoje Tweet Pin It Partilhar isto Imprimir Email Facebook Twitter LinkedIn Google Relacionado About the author Mauro Saraiva Mauro Saraiva Prev Irreal Social VIRTUAL Next Ligue se à Liga Related Posts A Liga Normal Liverpool vs Chelsea uma questão de eficácia A vitória de Portugal O Futebol é social O novo Porto O campeão voltou No Comments Leave a Comment Clique aqui para cancelar a resposta

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/as-garras-do-leao/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • Marcos Rojo – O Bom, O Mau ou o Vilão? | Entre Linhas
    ou um Torsiglieri com melhor agente Enquanto sportinguista convicto estou divido embora inclinado para a realização de que é um dos centrais mais burros a passar a fronteira do nosso país Alto com boa velocidade e um remate portentoso de pé esquerdo Rojo teria teoricamente tudo para ser um excelente defesa central com a vantagem de jogar no lado canhoto do eixo onde normalmente a maioria dos jogadores da posição se sente menos à vontade podendo até jogar como lateral desse mesmo lado função que até lhe é confiada habitualmente na selecção Argentina Por outro lado quem não perde um jogo vê um fulano tatuado que entra demasiadas vezes à queima faz faltas absolutamente cretinas de tão duras e desnecessárias que são esquece se que o Rui Patrício foi abençoado com dois maus pés mas que o esquerdo ainda assim é o único capaz de receber um passe desde que com dez minutos de aviso prévio inventa inúmeros passes longos à la Polga que têm a mesma precisão e destino do famoso avião da Malásia e pelo menos uma vez ou duas por jogo arrisca rematar à baliza adversária logo após passar a linha de meio campo Devo ser mais paciente e menos duro com este argentino ou devo continuar a alegrar me de cada vez que um jornal desportivo anuncia o interesse de um semi grande clube europeu na sua contratação Digam me vocês caros leitores Tweet Pin It Partilhar isto Imprimir Email Facebook Twitter LinkedIn Google Relacionado About the author Pedro Rodrigues Silva Pedro Rodrigues Silva Prev As Lições do Futebol Next De Miami 2014 a Miami 2004 Related Posts Ultrapasse pela direita Guia para escolher uma equipa da NBA Divisão Noroeste Guia para escolher uma equipa da NBA Divisão Sudoeste Guia para escolher uma equipa da NBA

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/marcos-rojo-o-bom-o-mau-ou-o-vilao/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • Venderam-se os anéis… mas os dedos também se foram! | Entre Linhas
    ao serviço do Benfica de 2001 a 2007 Simão afirmou se como o elemento mais preponderante da equipa e foi absolutamente decisivo para a conquista do campeonato de 2004 5 e da Taça de Portugal relativa à época 2003 04 Lembro me até de o próprio Trapattoni admitir de forma humildade que o Benfica não pode viver sem Simão Atentemos a um caso de contornos similares o de Ricardo Quaresma Em 2003 foi também vendido ao Barcelona por pouco mais do que 6 milhões de euros num negócio que envolveu o empréstimo por três anos de Fábio Rochemback jogador que porém acabou por permanecer apenas duas épocas em Alvalade Tal como acontecera com Simão Ricardo Quaresma fracassou em Barcelona e regressou passado apenas um ano ao campeonato português desta vez para integrar o Porto Após uma época intermitente Ricardo Quaresma revelou se tal como Simão no Benfica um elemento fundamental naquela equipa com a qual ganhou três campeonatos consecutivos Após uma época de sonho recheada de golos e de assistências de trivela foi vendido ao Inter por quase 20 milhões de euros a pedido expresso de José Mourinho Poderia invocar outros exemplos o ingresso de Varela no Porto depois de ter sido dispensado por Paulo Bento onde se tornou peça chave nas equipas montadas por Jesualdo Ferreira André Villas Boas e Vítor Pereira ganhando três campeonatos consecutivos bem como a Liga Europa em 2010 11 a aquisição de Carlos Martins pelo Benfica equipa na qual realizou as melhores épocas da carreira e onde se assumiu como uma alternativa válida a Aimar isto depois de o Sporting o ter vendido ao Huelva por uma quantia insignificante e o caso de Hugo Viana que durante várias épocas se assumiu como um dos melhores jogadores do Sporting de Braga clube que nos últimos anos tem sucessivamente ultrapassado o Sporting na tabela classificativa De tudo isto resulta uma ideia básica a de que o Sporting perdeu os seus anéis mas nem com os dedos ficou De facto não bastou ter cedido por imperativos financeiros a clubes estrangeiros os talentos que descobriu desenvolveu e potenciou como depois ainda assistiu passivamente ao ingresso desses mesmos talentos nos clubes rivais agravando o fosso que o separa do Benfica e do Porto É que um bom negócio não é apenas aquele que envolve imediatas contrapartidas milionárias para os cofres leoninos mas sim aquele que onde se garante além do encaixe financeiro que os jogadores que hoje são vendidos amanhã não irão integrar as equipas dos rivais directos A defesa dos interesses do Sporting nestas situações não se basta com a previsão de um mero direito de preferência numa futura venda para um clube rival Na verdade a situação financeira do Sporting não é como se sabe comparável à da do Porto e do Benfica pelo que não nunca estará em condições de competir com os valores apresentados por estas equipas Foi aliás esta circunstância que explicou justamente o ingresso de Simão Sabrosa no Benfica aquando da venda ao

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/venderam-se-os-aneis-mas-os-dedos-tambem-se-foram/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • Uma questão de liderança | Entre Linhas
    treinador do Sporting não são mais valiosos do que os da trágica época passada o que explica então a brutal diferença de rendimento A resposta para mim reside na nova atitude do plantel e tal atitude deve se à nova liderança De facto hoje em dia o Sporting já não entra em campo amorfo apático e medroso como em 2012 2013 Entra sim com uma evidente garra e vontade de vencer os encontros do primeiro ao último minuto A prova disso de resto até pode ser encontrada no facto de algumas das nossas mais preciosas vitórias terem acontecido justamente bem perto do fim dos jogos como aconteceu nomeadamente em Braga e em Guimarães A própria forma como os jogadores do Sporting encararam por exemplo as vicissitudes do jogo na Luz para a Taça de Portugal reflete esta nova atitude mesmo a perder por 3 1 ao intervalo a equipa não baixou os braços e conseguiu com todo o mérito alcançar o empate ainda que perdendo ingloriamente no prolongamento que se seguiu Ora escusado será dizer que o Sporting versão 2012 2013 nunca teria conseguido contornar tais dificuldades nem evidenciar tamanha capacidade de superação Sendo honesto reconheço que nunca pensei que Bruno de Carvalho conseguisse colocar o Sporting na situação em que se encontra hoje Quando surgiu achei que Bruno de Carvalho tinha um estilo excessivamente populista para se assumir como um candidato sério à presidência do Sporting Também o facto de não apresentar um passado empresarial muito conhecido levou me a crer que estaríamos perante mais um outsider aventureiro daqueles que nos momentos de crise aparecem com a varinha mágica para depois desaparecerem tão depressa como apareceram Até a aposta em Inácio como diretor desportivo me pareceu inicialmente errada É que nunca vi em Inácio um verdadeiro símbolo do Sporting similar a Manuel Fernandes por exemplo tendo em conta o seu passado como jogador e treinador adjunto do Porto e a sua conhecida ligação a Pinto da Costa Por outro lado pareceu me estranha aposta num diretor desportivo que tanto quanto sei nunca tinha exercido tal cargo no passado e que como treinador nunca fez uma carreira extraordinária sem prejuízo claro do inesquecível título de 1999 2000 pelo qual todos os sportinguistas lhe estão eternamente gratos Enganei me rotundamente em relação a todos os cenários que antecipei sobre o sucesso de Bruno de Carvalho à frente do Sporting Goste se ou não do estilo beligerante a que os sportinguistas não estavam habituados a verdade é que Bruno de Carvalho tem inquestionavelmente um perfil de líder e a generalidade das suas escolhas nos diversos domínios foram até ao momento acertadas No plano financeiro está a conduzir aparentemente com sucesso a reestruturação que a situação económica do Sporting há muito reclamava No plano desportivo a aposta em Leonardo Jardim revelou se excelente assim como a generalidade das contratações de Verão em que se destaca por razões óbvias Fredy Montero o melhor marcador do campeonato até agora Esperemos por isso que as boas

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/um-questao-de-lideranca/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • Os inocentes | Entre Linhas
    desportivismo se ficou por aqui desengane se Na quinta feira que antecedeu o derby o Jornal do Sporting dá mais um passo para o fair play que todos procuramos sempre que os grandes se defrontam Como foi dado este passo perguntam os leitores Vetando quatro árbitros São eles Duarte Gomes Bruno Paixão João Capela e Manuel Mota Precisávamos de mais 51 semanas destas por ano no futebol nacional Bruno de Carvalho de facto é uma lufada de ar fresco Ou de mais árbitros como o Hugo Miguel Ou do Bruno Esteves Fica a dúvida no ar Pensavam que íamos ficar por aqui Sexta feira foi a vez de Leonardo Jardim Tomado como um exemplo por toda a comunicação social pela forma como deveria ser a postura de todos os treinadores e dirigentes em relação aos árbitros e a polémicas inócuas e guerrilhas estúpidas diz o seguinte referindo se ao árbitro do jogo n d r Marco Ferreira Ao contrário do que aconteceu no jogo da Taça de Portugal na Luz espero que este não tenha influência no resultado final Ou espero que faça um bom trabalho Ao contrário do que aconteceu na Taça de Portugal Recordo que este foi o mesmo treinador que disse após o duelo da Taça de Portugal que perdeu após uma defesa enorme de Rui Patrício diz o seguinte Acredito que o árbitro apitou segundo o que viu mas viu mal Foi uma noite infeliz para ele Teve influência direta no resultado ou quando foi beneficiado com um penalti no último minuto de jogo contra o Marítimo declarou que Não é meu hábito estar a falar da arbitragem mas com certeza que o árbitro errou mas errou para os dois lados Errou como também erraram os jogadores eu e o meu colega Quem está dentro do jogo corre o risco de errar Ainda no fim de semana passado continuou a senda de protecção dos árbitros dizendo Na segunda parte fomos mais rápidos tivemos várias ocasiões de golo mas a bola ou batia na cabeça ou batia no braço do adversário ou o guarda redes Ricardo defendia Só não observei nenhuma declaração pós derby em Alvalade depois de empatar com um golo em claro offside de um tal Montero Não era importante Jesus Fonseca Jesualdo Vitória Machado e afins manterem esta coêrencia e serem elogiados por toda a comunicação social pelo bom ambiente que trazem à nossa moribunda Liga Eu acho que sim Peço a todos os treinadores para cultivarem o Jardim que há dentro deles Quero dar os parabéns ao Sporting a dupla Carvalho e Jardim vieram de facto mudar o paradigma do futebol nacional Quero dar os parabéns também à comunicação social A Campanha está montada Tweet Pin It Partilhar isto Imprimir Email Facebook Twitter LinkedIn Google Relacionado About the author O Observador O Observador Prev Uma questão de liderança Next A gueixa Related Posts O senhor de Portugal A Selecção de todos eles O choro da alegria A gueixa As dúvidas A Campanha No

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/os-inocentes/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive



  •