web-archive-pt.com » PT » E » ENTRE-LINHAS.PT

Total: 498

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • Reflexão Urbana: Por onde vais, Futebol de Rua? | Entre Linhas
    grau de pertinência e rapidez de processos que o futebol de 5 Obviamente que quem costuma jogar futebol de 7 e nunca jogou com suficiente regularidade futebol de 11 sentir se á atacado e terá dificuldade em compreender este tipo de especificidades Mas na minha opinião o futebol de 7 não é mais do que um parente pobre do futebol de 11 E não tem a magia e repentismo do futebol de 5 para 5 Num jogo de 7 para 7 mesmo entre equipas equilibradas a presença de um jogador sem qualidade pode ser de diversas maneiras atenuada Pode ser disfarçada No verdadeiro futebol de rua como o conhecemos não Se numa determinada equipa constar um falhado essa presença notar se á De imediato E com bastante propriedade No futebol de rua num jogo verdadeiramente a sério repito mesmo que na rua falando de um contexto altamente competitivo e exigente não há espaços para pequenas experiências Não há margem para levar com frequência um amigo que até é um tipo porreiro mas não gosta muito de futebol Apenas joga por jogar No meu tempo e sobretudo num contexto da margem sul quem gostava de brincar às experiências era prontamente baptizado com um cabrito ou com uma cueca Isto não é a Sport TV Deixo os túneis para o Freitas Lobo Os negócios parcerias entre as Câmaras municipais e algumas escolas secundárias mataram o brilhantismo do futebol de rua Claro que para nós adultos não nos custa nada pagar 1 2 ou 3 euros pela utilização de um ringue Mas porventura para alguns miúdos imagino que não seja fácil jogar 3 4 ou 5 vezes por semana a pagar No final do mês evidentemente que se notará Esta consideração tem mais sentido numa lógica particular isto é no domínio de algumas famílias em que imagino eu terão dificuldade em suportar este tipo de custos numa base regular Esta será se quiserem a cara da moeda Mas convém também falar um pouco sobre a coroa Apesar do contexto recessivo do País felizmente ainda existem muitas famílias que conseguem providenciar as finanças necessárias para a prática desportiva dos seus respectivos filhos O problema atenção Problema na minha opinião Em rigor não é um problema É um estilo de educação gestão de prioridades lúdicas etc etc é que em muitos casos os jovens acabam por se apaixonar desde tenra idade e de uma forma doentia pelas consolas Qual é o puto que não gosta de um bom jogo de Playstation Também eu gostava e gosto Mas nunca gostei mais de jogar PES ou FIFA do que jogar verdadeiramente futebol A título de exemplo enquanto puto nunca privilegiei Grand Theft Auto ou Metal Gear Solid em detrimento da visualização de um jogo da minha equipa Mesmo sendo um jogo de pré época ou rondas inaugurais da Taça de Portugal contra um Tirsense desta vida Esta é a realidade actual Muitos jovens que têm teriam todas as condições para jogar futebol com regularidade e não me

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/reflexao-urbana-por-onde-vais-futebol-de-rua/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • As Crónicas de um Pastel de Belém – Episódio 22 | Entre Linhas
    mais táctico mostrou que é titular indiscutível nesta equipa Carlos Martins Jogou bem esteve eleito para jogador da semana mas para mim quebrou a partir dos 60 65 minutos Esteve muito perto de marcar Fábio Sturgeon Esteve muito apagado precisa de descansar Miguel Rosa Que jogo que entrega Esteve perto de marcar e merecia o Luís Leal É um ponta de lança mais móvel o que por vezes dá uma ideia esquisita da sua posição No meu entender pode ser benéfico jogar junto de Tiago Caeiro Kuca Esteve ligeiramente melhor que o Fábio mas tem de crescer muito para me convencer Ricardo Dias Esteve bem sem comprometer numa altura em que era preciso contenção Dálcio Aos 89 minutos não poderia mostrar muita coisa Pontuação Crónica dos Pastéis de Belém Lech Poznan vs Beleneneses Jogador Pontuação Hugo Ventura 10 João Amorim 7 André Geraldes 7 Tonel 7 Gonçalo Brandão 8 Rúben Pinto 7 André Sousa 8 Carlos Martins 7 Fábio Sturgeon 5 Miguel Rosa 9 Luís Leal 7 Kuca 6 Ricardo Dias 6 Dálcio 5 Melhor em Campo Depois deste jogo o Carlos Martins esteve nomeado para jogador da Semana Não ganhou mas foi importante em todos os jogos da Liga Europa ter um jogador nosso nessa nomeação Quanto ao jogo com o Moreirense o onze inicial sofreu alterações mas não poderei avaliar a equipa porque não vi o jogo ouvi qualquer coisa na Rádio Vizela mas não me pareceu que fosse relato Ganhámos e isso foi o mais importante porque aproximam se tempos e jogos muito difíceis primeiro Arouca frente a um treinador que nos conhece muito bem depois Fiorentina e logo de seguida FC Porto Temos de continuar a tentar vencer para não fugir muito dos lugares de cima Não poderia deixar também de mencionar o excelente campeonato que está a fazer a equipa de Juniores A Zona Sul ganharam 4 2 ao Benfica e estão na liderança juntamente com o Sporting com 14 Pontos em 6 Jogos 4 Vitórias e 2 empates e onde se tem destacado Pedro Marques Entretanto já é conhecido o resultado do sorteio da Fase Final mundial da Danone Nations Cup em que a equipa de sub 12 do Belenenses que venceu a edição portuguesa ganhou o direito de representar Portugal após vitória sobre o SL Benfica na final disputada no Jamor Na Fase Final que se disputa em Marrakech Marrocos de 25 a 30 de Outubro a equipa do Belenenses actuará com a camisola de Portugal e começará por disputar os jogos com a formação Mexicana Inglesa e Egípcia com uma equipa composta por Goncalo Arvelos Diogo Pinto Tomás Ferreira Diogo Moreira Duarte Henriques Guilherme Lopes João Pinheiro Rui Diniz João Batista Martim Carvalho Tiago Moninhas e Luís Mota Diogo Nogueira é o Treinador da Equipa e João Amado o Coordenador Tweet Pin It Partilhar isto Imprimir Email Facebook Twitter LinkedIn Google Relacionado About the author Hugo Morgado Hugo Morgado Prev A Golden Age Está a Desaparecer Next Problemas no arranque Balanço da

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/as-cronicas-de-um-pastel-de-belem-episodio-22/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • UEFA: Uma Europa Bem Particular | Entre Linhas
    833 11 750 9 916 9 083 3 000 45 582 5 6 7 Russia 9 750 9 750 10 416 9 666 4 100 43 682 5 5 8 Ukraine 7 750 9 500 7 833 10 000 3 200 38 283 3 5 9 Belgium 10 100 6 500 6 400 9 600 2 400 35 000 3 5 10 Netherlands 13 600 4 214 5 916 6 083 2 083 31 896 4 6 11 Switzerland 6 000 8 375 7 200 6 900 2 100 30 575 2 5 12 Turkey 5 100 10 200 6 700 6 000 2 200 30 200 3 5 13 Czech Republic 5 250 8 500 8 000 3 875 2 900 28 525 3 5 14 Greece 7 600 4 400 6 100 6 200 2 800 27 100 3 5 15 Romania 4 333 6 800 6 875 5 125 2 250 25 383 4 16 Croatia 3 750 4 375 4 375 6 875 4 500 23 875 1 4 17 Austria 7 125 2 250 7 800 4 125 2 200 23 500 1 5 18 Cyprus 9 125 4 000 2 750 3 300 2 500 21 675 1 4 19 Poland 6 625 2 500 3 125 4 750 4 000 21 000 2 4 20 Sweden 2 900 5 125 3 200 3 900 4 250 19 375 1 4 21 Israel 6 000 3 250 5 750 1 375 2 250 18 625 1 4 22 Belarus 3 125 4 500 1 750 5 500 3 625 18 500 2 4 23 Denmark 3 100 3 300 3 800 2 900 4 250 17 350 1 4 24 Norway 2 300 4 900 2 600 2 200 5 000 17 000 2 4 25 Scotland 2 750 4 300 3 250 4 000 2 500 16 800 1 4 26 Azerbaijan 1 375 3 000 2 500 3 625 3 375 13 875 2 4 27 Serbia 2 125 3 000 2 500 2 750 3 250 13 625 1 4 28 Kazakhstan 1 625 1 375 3 125 3 375 3 625 13 125 1 4 29 Bulgaria 1 500 0 750 5 625 4 250 1 000 13 125 4 30 Slovenia 2 250 3 250 2 625 4 000 1 000 13 125 4 31 Slovakia 2 375 1 500 1 625 2 750 3 750 12 000 4 32 Liechtenstein 2 000 0 000 1 000 2 500 5 000 10 500 1 33 Hungary 2 250 3 000 0 875 2 125 1 625 9 875 4 34 Moldova 0 500 2 250 3 375 1 750 1 250 9 125 4 35 Iceland 1 375 1 250 2 500 2 500 1 125 8 750 4 36 Georgia 2 875 1 500 1 875 1 250 0 625 8 125 4 37 Finland 1 500 2 000 0 500 2 400 1 000 7 400 4

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/uefa-uma-europa-bem-particular/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • “Crucifica-o! Crucifica-o!” | Entre Linhas
    não conhece o Duarte pode dizer que o fez propositadamente Ainda por cima tratando se de um jovem emergente do futebol português Deixo vos alguns exemplos de jogadas que poderiam ou causaram mesmo lesões graves mas sem intenção de magoar Temos outra lesão na Segunda Liga no caso Riquicho em que o jogador que o lesiona também não é expulso e entra por trás Deveria também neste caso ter sido expulso mas não acredito que o jogador do Leixões tenha entrado com o intuito de lesionar o jogador do Sporting Depois temos aquelas entradas em que é notória a intencionalidade É triste ver que os futebolistas de bancada recorrem a ameaças que vão para além do racional e que envolvem familiares de um atleta que tem sido exemplar na sua carreira por todos os clubes por onde passou Em resposta às várias acusações de que foi alvo o Duarte Machado emitiu o comunicado que agora vos relato Boa tarde Após o jogo de hoje no Estádio da Tapadinha e já no balneário onde o Futebol Clube do Porto B se equipou inteirei me da lesão junto do André Silva pedindo imediatamente desculpa e mostrando inteira disponibilidade no que seja necessário para a sua total recuperação Não tinha qualquer intenção em magoar um colega de profissão ainda para mais um valor emergente do Futebol Português como o André Silva é Só após ter visto a imagem do lance me apercebi da gravidade do mesmo Em toda a minha carreira nunca tive qualquer tipo de situação idêntica e quem me conhece sabe que sou um profissional com princípios e com valores e defendo o Fair Play acima de qualquer resultado Ao André Silva e apesar de já o ter feito pessoalmente quero publicamente lamentar o sucedido e desejar as rápidas melhoras e um breve regresso aos relvados Cumprimentos Duarte Machado Não houve no meu entender vontade de lesionar o André Silva O próprio Luís Castro treinador do FC Porto B ficou sensibilizado pela postura do Duarte que se deslocou ao balneário para se inteirar da lesão Os adeptos deveriam seguir lhe o exemplo É caso para invocar novamente um trecho bíblico Aquele que não tiver pecado atire a primeira pedra João 8 1 11 Desafio QUALQUER profissional de futebol a contestar o profissionalismo e a seriedade do Duarte O Duarte é um exemplo dentro e fora de campo um profissional como poucos no mundo do Futebol Posto isto não poderia deixar de lhe prestar o meu apoio público Um abraço Capitão Tweet Pin It Partilhar isto Imprimir Email Facebook Twitter LinkedIn Google Relacionado About the author Hugo Morgado Hugo Morgado Prev 21 Questões Setembro 2015 Next Responsabilidades Próprias vs Erros de Arbitragem Related Posts As crónicas de um Pastel de Belém Episódio 52 As Crónicas de um Pastel de Belém Episódio 51 As crónicas de um Pastel de Belém Episódio 50 As Crónicas de um Pastel de Belém Episódio 49 As Crónicas de um Pastel de Belém Episódio 47 As crónicas de

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/crucifica-o-crucifica-o/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • Responsabilidades Próprias vs. Erros de Arbitragem | Entre Linhas
    de erros de arbitragem devia ser na minha humilde opinião directamente proporcional à vontade também que os mesmos deveriam revelar no domínio da separação de duas coisas verticalmente distintas A capacidade de separar erros próprios de condicionalismos evidentes Nesse sentido oferecerem chavões como Não adianta chorar Isto não vai mudar etc etc seguramente que também não ajudará a travar prejuízos que qualquer adepto identifique É muito fácil demasiado fácil até entroncar num discurso como Independentemente da actuação do árbitro em casa uma equipa denominada grande tem de massacrar os adversários ou o clássico Independentemente de tudo temos de ganhar Importa recordar que não estamos nos anos 50 60 ou 70 Onde a discrepância em termos de condições físicas técnicas e tácticas entre os grandes e os outros emblemas atingiam doses pornográficas Hoje em dia todas as equipas da primeira divisão são altamente profissionais Independentemente das diferenças salariais tenhamos capacidade para perceber que at the end of the day são 11 humanos contra 11 humanos Reforço a minha posição inicial A maneira como muitos condenam algumas pessoas que se debruçam em torno de prejuízos para com um dado clube é absolutamente proporcional à maneira como eu pretendo condenar e desconstruir a postura conformista de outros que se limitam a abraçar a tese de erros próprios É um perigo para a nação de qualquer clube A fatia de sócios e adeptos que apenas gostam de abraçar ideias como Continuem a pensar apenas nos árbitros e continuem a fingir que não tivemos responsabilidades É uma desonestidade intelectual pensar se desta forma tão redutora Uma coisa não está necessariamente ligada a outra Uma equipa pode perfeitamente ser muitíssima prejudicada e ainda assim realizar uma exibição paupérrima Era só o que faltava o facto de uma determinada equipa não ter sido suficientemente competente retirar legitimidade de se atentar a decisões de arbitragem que a prejudicam prejudicaram Em que medida Então se uma equipa não for suficientemente competente não tem o direito de se indignar Quando uma equipa não se encontra a TOP já se pode desculpar o árbitro Isso é ridículo Ridículo e perverso Que a comunicação social opte por análises resultadistas darei de barato Agora a tese Empatámos Tínhamos a obrigação de ganhar Custe o que custar deixo a para os Joaquins Ritas e Antónios Tadeias desta vida O mais importante no futebol são os resultados e a qualidade de jogo evidenciada pelas equipas Mas entendo que um sócio ou adepto mesmo despindo se de qualquer condição fanática não deve atenuar ou deixar passar arbitragens manhosas Tweet Pin It Partilhar isto Imprimir Email Facebook Twitter LinkedIn Google Relacionado About the author Luís Neto Luís Neto Prev Crucifica o Crucifica o Next Eurobasket 2015 El Señor Gasol Epílogo Related Posts Polivalência Ou Poli Mentira Reflexão Urbana Por onde vais Futebol de Rua Adeptos das Vitórias o Lado Perverso dos Cobardes Adeus Selecção Nacional Olá Hipocrisia O sonho comanda a vida Mas não são os sonhos que comandam os jogadores Bola de Ouro A coroa da

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/responsabilidades-proprias-vs-erros-de-arbitragem/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • Adeptos das Vitórias: o Lado Perverso dos Cobardes | Entre Linhas
    nossa equipa é fantástica Eu sempre acreditei Disseram alguns cobardes dos bons momentos Refiro me a este exemplo porque ainda é relativamente recente e é um exemplo da equipa da qual sou sócio Mas sei através de amigos meus sócios de clubes rivais que o mesmo se passa nos seus respectivos clubes Como calcularão existem mil coisas mais importantes que o futebol A Família a saúde o trabalho etc etc Mas dentro desta esfera desportiva que tanta paixão e interesse nos desperta não há nada que me revolte mais do que assistir presenciar ao vivo estas atitudes cobardes e de profunda falta de solidariedade para com o clube que supostamente um adepto torce Qual o sentido de apenas apoiar um clube em momentos de celebração Qual o sentido de apenas apoiar um clube em momentos de Olés Ainda neste domínio cobarde e hipócrita também não compreendo o que leva um sócio ou adepto assobiar a sua própria equipa em pleno jogo Independentemente da mediocridade exibicional será que alguém genuinamente pensa que assobios proporcionarão melhores índices motivacionais Será que alguém pensa que um contexto adverso e hostil para com a própria equipa elevará os patamares de confiança e concentração dos atletas Não é fácil adivinhar o que provavelmente muitos pensarão Luís se uma pessoa paga o seu bilhete é absolutamente livre de se expressar da maneira que bem entender Vivemos em democracia Certo mas desculparão dentro deste mundo democrático e livre e passando a redundância permitam me livremente registar de uma forma esmagadora e inabalável a minha profunda discordância com esta cultura desportiva no plano nacional Faço notar que já sendo um mãos largas até daria de barato no final de uma partida de futebol os sócios expressarem o seu desagrado pela falta de qualidade e atitude evidenciada pelos profissionais Herdei a cultura de nunca assobiar a minha equipa e de apenas abandonar o estádio seja ele qual for quando o árbitro apitar para o final Admito que sou em vários momentos excessivamente crítico Mas nunca assobio nem abandono o recinto independentemente do grau de adversidade de um resultado Nem mesmo só para dar um exemplo quando o Luca Toni fez o quinto em Alvalade Mas embora não seja a minha forma de estar no futebol no final de uma partida momento em que a animosidade já não condicionará o rendimento desportivo desse jogo em particular até dou de barato que os sócios mostrem em determinados momentos importantes da época o seu desagrado Se a mediocridade assim o justificar Repito embora não me reveja neste tipo de acções consigo compreender entender com maior facilidade no final de uma partida Agora em pleno jogo Assobiar a própria equipa Insultar os próprios jogadores Abandonar o estádio em dias cinzentos e permanecer até ao fim em dias azuis É uma cultura bizarra esta que se vive em Portugal no plano desportivo Hey Harvey Two Face Dent seja qual for o teu clube se gostas de assobiar o teu próprio emblema ou de abandonar o

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/adeptos-das-vitorias-o-lado-perverso-dos-cobardes/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • As crónicas de um Pastel de Belém – Episódio 21 | Entre Linhas
    por exemplo a junção de Luís Leal que é mais móvel com Tiago Caeiro que é mais fixo Apesar de não haver pontuação irei dar a minha opinião sobre cada jogador neste jogo Hugo Ventura Teve culpa em alguns golos outros não teve mas também sofrer 6 golos não poderia ser de outra maneira João Amorim Foi um jogo fraco tal como toda a equipa André Geraldes Não percebo porque insistem a coloca lo a defesa esquerdo ele não se dá na esquerda Tonel Jogo muito fraco teve culpa em pelo menos dois golos pela experiência que deveria ter deveria ter transmitido mais calma do que a que aparentou Gonçalo Brandão Não foi o Gonçalo que nós temos visto espero que o motivo não seja o que enumerei em cima mas realmente deixar de ser capitão ainda por cima num jogo destes deixa marcas Ruben Pinto Fez um jogo fraco sentiu a falta de André Sousa ao seu lado Ricardo Dias Jogo muito fraco ainda deu de mão beijada um golo Carlos Martins Teve a honra de ser o capitão de equipa mostrou ainda que não está a 100 Kuca Nem sei que dizer não jogou e penso que não será um bom reforço temos bem melhor no plantel que foram deixados de fora como por exemplo o João Traquina Miguel Rosa Depois de muitos jogos sem defrontar o Benfica lá jogou mas não poderia ter imaginado pior estreia Fábio Sturgeon Não é Ponta de Lança muito menos quando tem o central mais experiente do Campeonato pela frente na 2ª parte lá voltou ao seu lugar mas sem alento para fazer mais Não consigo perceber como um jovem consegue deixar apanhar se pelo Eliseu Luís Leal Entrou bem no jogo tentou inverter algo que era impossível inverter Ao contrário do Kuca parece me um excelente reforço Abel Camará Quando não há construção não há nada a fazer Teve pouca bola para poder mostrar se André Sousa Entrou demasiado tarde mas mostrou que faltava o pulmão na equipa a meio campo Hoje jogamos o primeiro jogo da Fase de Grupos inseridos no Grupo I onde estão Fiorentina Basileia e o Lech Póznan que o Belenenses defrontará hoje Antes de falarmos do adversário de hoje farei uma breve análise ao grupo Associazione Calcio Firenze Fiorentina De longe a equipa mais forte do grupo com Paulo Sousa como treinador tem um plantel muito forte pelo que penso que terminará com alguma facilidade no 1º Lugar Tem um plantel valioso com Davide Astori Milan Bladej Quem joga Football Manager conhece o potencial dele Mario Suárez Borja Valero e o Giuseppe Rossi Fussballclub Basel 1893 Anterior equipa de Paulo Sousa é uma equipa que tem vindo a decrescer mas que nas competições europeias gosta de fazer das suas com Marco Streller a ser um Ponta de Lança demolidor Tem um plantel composto por alguns bons jogadores Walter Samuel Adama Traoré Zdravko Kuzmanovic e Marc Janko que já jogou no nosso campeonato Curiosamente já defrontou o

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/as-cronicas-de-um-pastel-de-belem-episodio-21/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • Adeus Selecção Nacional. Olá Hipocrisia | Entre Linhas
    Compreendo que muitos sejam contra Também eu me sinto tentado por vezes a sê lo mas os jogadores são trabalhadores como nós apenas uma pequena fatia do bolo mundial ganha quantias principescas e por isso merecem a oportunidade de TRABALHAR noutros países que não o de origem Mas isto num contexto internacional de entidade patronal Não confundir com jogar por outro país porque é melhor para mim Se sou a favor de engenheiros médicos enfermeiros etc emigrarem para melhorar o seu nível de vida naturalmente que não torço o nariz em relação à vinda de jogadores estrangeiros com qualidade para o nosso campeonato Agora representar uma selecção seja ela qual for não pode ser encarado como um meio para mas sim O Objectivo Como referi anteriormente esta questão das naturalizações é uma questão muito sensível e complexa Porque a partir do momento em que uma pessoa jogador obtém a cidadania obviamente que do ponto de vista legal tem tanta legitimidade em representar a selecção nacional como qualquer um de nós Não devem existir portugueses de primeira e de segunda Percebo e concordo com isso Tendo a cidadania portuguesa todos nós somos portugueses E acho que ao dizer isto não me estou a contradizer Mas se não existir uma regulação criteriosa receio que o campeonato da Europa e mundial se tornem em competições sem a mesma expressão uma vez que as pessoas se começam a desinteressar porque gradualmente percebem que a sua selecção nacional se está a transformar num verdadeiro clube de futebol E o mais chocante é na minha opinião e com todo o respeito esta onda mundial que se está a criar De se suavizar convicções em função do brilhantismo técnico táctico de um futebolista Quase como quem diz Se o jogador X é um grande jogador e apesar de ser francês belga holandês até pode jogar por Portugal porque é que não aproveitamos Porque é que não imploramos Porque é que não pedimos É sobretudo esta ideia que pretendo desconstruir E irrita me profundamente que as pessoas não separem a qualidade de um jogador Fernando por exemplo Tem muita do seu sentido patriótico Passando o exagero mas sem perda de eficácia a título de exemplo prefiro perder 40 0 com a Suécia com jogadores que sintam verdadeiramente Portugal o local onde nasceram e a idade com que vieram para Portugal é absolutamente irrelevante do que ganhar e na flash interview ouvir um jogador dizer Quero parabenizar o Zlatan Foi um jogo legal Tomamos muito escanteio Ainda me recordo do caso do jogador Carrasco E esta declaração sintetiza na perfeição a forma como muitos jogadores olham actualmente para as selecções O avançado do clube monegasco está indeciso entre representar a selecção portuguesa ou as congéneres Espanha França ou Bélgica Perante estas reticências estas indecisões que vontade tenho eu em aceitar enquanto adepto Não tenho capacidade de decisão na matéria que Carrasco represente o meu País Que vontade tenho eu em festejar efusivamente um golo de Carrasco Um tipo que

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/adeus-seleccao-nacional-ola-hipocrisia/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive



  •