web-archive-pt.com » PT » E » ENTRE-LINHAS.PT

Total: 498

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • José Fonte, para quando uma chamada à seleção? | Entre Linhas
    plantel que o irmão Rui Fonte jogou 38 jogos 2 como suplente e marcou 4 golos Na temporada de 2009 2010 começou a época no Crystal Palace onde cumpriu 25 jogos todos a titular e marcou um golo Surpreendentemente nessa mesma época durante o mercado de inverno saiu do Crystal Palace e rumou até ao sul de Inglaterra para representar as cores do Southampton clube que disputava a League One equivalente ao nosso Campeonato Nacional de Séniores É então na época de 2010 2011 que tudo começa a correr de feição para o defesa central português Foi sempre titular nas 47 partidas que disputou e apontou 7 golos ajudando o clube a subir ao Championship Chegada à época de 2011 2012 aquilo que muitos achavam difícil acabou por acontecer a subida à Premier League Fonte actuou em 44 partidas uma como suplente e marcou um golo fazendo história nos Saints com 2 subidas em tantos anos Chega à Premier League aquele que é o sonho de muitos jogadores e ajuda o clube a fazer uma temporada tranquila actuando em 28 jogos 2 como suplente e apontando 2 golos Na corrente época os números são ainda melhores conta já com 33 jogos 2 como suplente e já apontou 3 golos ajudando ao actual 8º lugar na Premier League que só surpreende quem não acompanha aquela que é para muitos a melhor liga do mundo Face a todas estas estatísticas e vendo que Fonte é escolha regular de Mauricio Pochettino para o onze dos Saints e tem como adversários jogadores de classe mundial como Luis Suarez Van Persie entre outros será que não é altura para José Fonte ser chamado à seleção E porque não levá lo ao Mundial Tweet Pin It Partilhar isto Imprimir Email Facebook Twitter LinkedIn Google Relacionado About

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/jose-fonte-para-quando-uma-chamada-a-selecao/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive


  • Selecção, que futuro? | Entre Linhas
    importante falar dos jogadores das selecções jovens torna se ainda mais preponderante não esquecer aqueles que apesar de não terem nascido nossos são tão ou mais portugueses que outros que aprendemos a idolatrar A vontade de Fernando em jogar pela Selecção Portuguesa levantou de novo a questão da utilização de jogadores naturalizados nas equipas nacionais Lima Benfica Maicon FC Porto Marquinhos PSG Rafael Manchester United e Fábio da Silva cedido pelo Manchester United ao Cardiff City são apenas alguns exemplos de atletas de topo que por um ou outro motivo podem optar por representar a Selecção de todos nós O desejo de ter apenas e só portugueses de gema já não faz sentido E para aqueles que continuam a defender essa ideia devem primeiro perceber que Bosingwa Nani e Danny também não têm o direito de ser chamados Em que é que qualquer um dos supracitados é mais português do que Lima Maicon ou Fernando Será Pepe menos português que qualquer um de nós E Deco E os camiões de africanos que invadiram as nossas camadas jovens com William Carvalho Bruma e Ivan Cavaleiro à cabeça E podemos ainda falar de Tiago Ilori com pai inglês de ascendência nigeriana e mãe portuguesa nascido em Londres Deixemo nos de mariquices e vamos pensar como os outros também pensam alto e sempre para ganhar Tweet Pin It Partilhar isto Imprimir Email Facebook Twitter LinkedIn Google Relacionado About the author David Abreu Barata David Abreu Barata Prev Escritor David Abreu Barata Next Europeu 2014 Related Posts Escritor David Abreu Barata No Comments Leave a Comment Clique aqui para cancelar a resposta First Name Last Name Email Website Your message Submit Comment Quero ser notificado de comentários adicionais por email Quero ser notificado de novos artigos por email SUBSCREVER O BLOGUE Basta escreveres o

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/seleccao-que-futuro/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • A caminho do Brasil 2014 – Austrália | Entre Linhas
    muito ingrato play off asiático que em caso de sucesso ainda obriga a jogar com o quinto sul americano Os mais mediáticos Kangaroos ainda são o ex ídolo do Liverpool Harry Kewell com 35 anos Brett Emerton que sempre adorei ver no Blackburn Tim Cahill que também fez toda a carreira por Inglaterra e foi durante longos anos um símbolo do Everton e ainda Mark Schwarzer que como se costuma dizer ainda é novo para guarda redes só tem 41 anos Embora o conjunto destes 4 símbolos do futebol australiano totalize qualquer coisa como 140 anos isso não é o mais grave o que deve realmente preocupar os adeptos e responsáveis que estão down under porque ao olhar para a lista de jogadores que participaram na qualificação apenas 3 nasceram nos anos 90 Mas como o que interessa é mesmo o Mundial 2014 podemos olhar para esta selecção como um grupo de jogadores que têm no Brasil a ultima oportunidade de causar impacto numa grande competição depois de em 2006 terem resistido até aos 95 min dos 8 avos e acabar a carreira como heróis do seu país Para isso Cahill Emerton e C A vão precisar que Mark Bresciano esteja sempre nos seus melhores dias Brett Holman e Luke Wilkshire voltem a parecer que têm 25 anos e que Josh Kennedy continue na sua senda de Slimani Australiano e marque cada vez que vier do banco Tudo isto num grupo B que é mesmo com todo o optimismo de qualificação teoricamente impossível porque ninguém consegue imaginar Espanha ou Holanda a perder pontos com os Aussies e mesmo com o Chile parece algo complicado Portanto a Austrália vai para o Mundial com uma certeza a de que não tem nada a perder Tweet Pin It Partilhar isto Imprimir Email Facebook

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/a-caminho-do-brasil-2014-australia/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • A caminho do Brasil 2014 – Argentina | Entre Linhas
    é óbvio ao falar apenas destes nomes já deu para perceber por que razão a Argentina é sempre favorita e mesmo assim estou a ser extremamente económico A Argentina de 2014 não vai ser muito diferente da que esteve em 2010 Heinze Verón e Samuel já não vão marcar presença mas Garay Banega ou Lavezzi serão bem capazes de nos fazer esquecê los A qualificação na zona CONMEBOL foi um passeio para os Argentinos em que apenas a Colômbia causou alguma preocupação e que deu para Messi marcar 10 golos em 14 jogos A verdade é que sem ser o Brasil dificilmente outra Selecção sul americana é capaz de contrariar a poderosa Argentina sem retirar valor à Colômbia Uruguai ou ao Chile mas desses teremos tempo de falar No que diz respeito à fase final o sorteio foi o mais amigo possível num grupo com Irão Nigéria e Bósnia só uma hecatombe fará com que os argentinos não estejam nos últimos 16 e mesmo nos oitavos o pior que podem apanhar será a França A partir daí como em qualquer grande competição tudo pode acontecer sendo que podemos muito bem ter já nos quartos de final mais um duelo Messi Ronaldo Resumindo a Argentina é uma super candidata Quem tem Messi Aguero Lavezzi Garay Mascherano Zabaleta e Pastore no topo das suas carreiras não pode certamente ser outra coisa A grande dúvida terá Sabella mãos para conduzir o fórmula 1 Tweet Pin It Partilhar isto Imprimir Email Facebook Twitter LinkedIn Google Relacionado About the author Pedro Nogueira Pedro Nogueira Prev Os pedreiros da NBA Next Bonito bonito é por as culpas no gajo do apito Related Posts Slimani É possível melhorar tecnicamente na idade adulta Sporting vs Porto O confronto do futebol sem balizas Champions para Três Erros que se

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/a-caminho-do-brasil-2014-argentina/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • A caminho do Brasil 2014 – Argélia | Entre Linhas
    apenas 13 golos marcados em 6 jogos perdendo apenas o jogo para o Mali com um golo do ex Guimarães N Diaye É verdade que um grupo com Ruanda Mali e Benim tem de ser considerado um grupo fácil no entanto o apuramento africano é assim para todos e só o Egito fez melhor Seguiu se um dificílimo play off decidido em photo finish Esta geração de jogadores argelinos está no seu auge e não sendo igual à de Madjer é bastante interessante e não corre o risco de ver os seus adversários trocar a bola durante 80 minutos A orientar a equipa está Vahid Halilhodžić que sendo uma espécie de Manuel José Bósnio por causa do cabelo principalmente mas também porque fez boa parte da carreira de treinador nos campeonatos e selecções africanas já em 2010 levou a costa do Marfim ao mundial À sua mercê tem um leque de jogadores espalhados por diversos campeonatos europeus o que lhes confere outra experiência competitiva que ainda não é possível nos campeonatos africanos Aqui e ali é uma equipa polvilhada com talento Na defesa o patrão é Bougherra marcador do golo que valeu a qualificação que fez boa parte da carreira nas ilhas Britânicas e que agora com 31 anos ainda mantém algumas das qualidades que fizeram dele um jogador reconhecido em terras de sua majestade defesa fisicamente imponente com um bom jogo aéreo e que não tem medo de sair com a bola controlada No entanto a primeira grande barreira defensiva é a ex promessa Carl Medjani que fez toda a formação em França nunca jogou no seu país e que muito novo se mudou para o Liverpool Mais à frente encontramos a coqueluche da equipa Saphir Taider o talentoso e creativo médio do Inter Tem apenas 22 anos mas já dá habitualmente o contributo no Inter assumindo depois na selecção um lugar de destaque bem acompanhado pelo médio do Valencia Feghouli médio muito ofensivo que por vezes ocupa a faixa e por Guedioura Na frente muito por onde escolher dando ao treinador diferentes possibilidades de abordar o jogo Para um jogo mais directo Islam Slimani marcou 6 golos na qualifição já revelou ser um caso sério no jogo aéreo e um avançado extremamente forte que desgasta imenso os centrais Nabil Ghilas como suplente é perfeito sendo um jogador que sozinho consegue resolver o jogo Claro que nesta frente de ataque estará sempre garantido o ex Guimarães Soudani Esta é a fotografia possível da Argélia neste momento o apuramento Africano não é a melhor ferramenta para avaliar a qualidade de uma equipa e na CAN 2013 não teve lugar o desempenho mais brilhante mas com um grupo que tem Bélgica Coreia do Sul e Rússia e vamos ver se aqui não há surpresas praticamente tudo pode acontecer Na minha opinião a passagem ou não pela primeira vez à próxima fase de um mundial depende mais do desempenho dos seus adversários porque o comportamento desta Bélgica numa grande competição é uma

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/a-caminho-do-brasil-2014-argelia/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • 23, a conta que Bento fez | Entre Linhas
    aclimatizarem pelos campos de treinos do São Paulo não fossem eles treinados por um alemão Os ganeses prevêm chegar no dia 10 de Junho após treinos intensivos em Los Angeles Portugal vai conhecer o resort que já marcou na próxima segunda feira em Campinas cidade do estado de São Paulo Bem pelo menos o hotel está marcado o Armindo fez baratucho é verdade o hotel é de um português Armindo Dias A deslocação mais curta dos Conquistadores compreende 900kms Até aqui tudo bem não fosse o hotel do Armindo uma opção algo estranha para as deslocações que teremos de fazer são perto de 4mil kms até Manaus para o Estados Unidos Portugal e quase 2mil até Salvador para o embate contra os alemães A sério se o Mundial fosse jogado no Paraguai like Num país tão grande como o Brasil e com três jogos espalhados pelo litoral Salvador interior Brasília e cu de Judas Manaus deste país o Armindo vendeu mesmo bem a coisa Bem isto não é o tripadvisor é o Entre toca a falar de futebol Quem é que já sabemos que vai parar ao hotel do Armindo então Estes 11 com maior ou menor tranquilidade lá estarão para roubar toalhas e canetas Rui Patrício João Pereira Alves Pepe Fabinho Miguel Meireles Moutinho Nani Ronaldo Postiga Este núcleo é certo e sabido Foram responsáveis por uma simpática campanha no Euro 2012 Faltam 12 Quem é que pode entrar nesse hipotético lote Percebendo as substituições de Paulo Bento que têm o condão de ser sempre as mesmas e raramente mexerem com a coisa excepção feita ao Varelazo do 3 2 à Dinamarca temos que 11 Conquistadores Varela Ricardo Costa Luís Neto Antunes Custódio Rúben Micael Rúben Amorim Josué Hugo Almeida perfazem 20 Faltam 3 sendo que dois fazem parte do lote de três guarda redes obrigatórios Não cremos que Ricardo goleiro da Académica puxe uma de Moreira Euro 2004 só não digo Pedro Espinha Euro 2000 porque esse chegou a jogar portanto aos 20 Conquistadores somamos Eduardo Beto mekieh Armindo e show de bola OK Custódios e os Rúbens estão aqui meio martelados Tão martelados como André Almeida ou Licá Bento gosta destes jogadores eles virão sempre pela direita caso Rafa marque dez golos de bicicleta até ao fim do Campeonato e William Carvalho faça quatro intercepções a cada cinco minutos de jogo Todos conhecemos Paulo Bento Aquela teimosia é marca registada Ou não Ou a Selecção tem de começar a deixar de ser de Postigas e Meireles e começar a dar lugar a Rafa Bruno Fernandes Marcos Lopes William André Gomes Carlos Mané Não nos parece Paulo da Teimosia Bento tem cara de parvo e palas no bestunto Há um núcleo de 18 jogadores certamente definido Os guarda redes de cortesia fazem 20 Surpresas William tem apenas a sorte de jogar numa posição que lhe permite ser alternativa Já foi convocado para o play off com a Suécia Rafa Só lá vai de petição Tem feito uma época

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/23-a-conta-que-bento-fez/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • Foram bons, foram esquecidos | Entre Linhas
    Dani foi considerado pela FIFA um dos três melhores de sempre dos Campeonatos de sub 20 Convém dizer que tinha em teoria tudo para dar certo vinha de uma família de classe média alta bem estruturada Pai filósofo Mãe médica Então o que houve Uma das respostas mais simples poderá ser Dani gone wild Aos 19 anos bem parecido e aterrado em Londres Dani terá tido tempo para tudo menos concentrar se em jogar à bola Recordemos que o West Ham já tinha tido portugueses Recordemos Paulo Futre quando lá esteve e recomendou ao seu treinador treinas o resto da equipa O Porfírio deixas comigo Paulo Futre viria a ser decisivo para a ressurreição da carreira de Dani pós Benfica Após a saída de Mourinho que tentou discipliná lo enquanto pôde Futre chamou Dani para um Atlético de Madrid relegado à II Liga Nos colchoneros voltaríamos a ver fogachos do Qatar de Atlanta em 1996 quando Portugal ganhou o bronze no Futebol Foi considerado o melhor jogador da II Liga Renovação de contrato No regresso à principal divisão do Campeonato Espanhol nova queda no abismo O craque voltou a ser playboy Fartos de cowboyada a rescisão foi inevitável Dani ainda viajou até Glasgow onde chumbou nos testes para assinar com o Celtic local O que poucos sabem De uma suposta viagem a Cuba que Dani fez com os pais para enterrar um passado que sempre foi o seu presente enquanto atleta clínica de desintoxicação ou não permaneceu sob observação durante umas semanas Dani nunca gostou de futebol Teria tido outra sorte com um coaching mais apertado Talvez Teria outro sucesso com um visual mais anos 80 Ninguém sabe O que fica para a história é uma carreira vivida in the fast lane que curiosamente ou não terminou sem suicídio atenção aos 27 anos de idade Dani Jogou no Ajax Comeu a Kylie Minogue The End SÉRGIO ORGANISTA Quem Bem comecemos pela trivia curiosa Organista Sérgio será mais conhecido para os seguidores de Futebol como o irmão mais novo de Miguelito Sim o lateral esquerdo Vamos prosseguir Vambora Organista pontificou nas camadas jovens da Selecção tendo chegado ao Europeu de 2007 como uma das principais referências Formado no FC do Porto tornou se um case study de muita parra pouca uva Prometeu estupidamente Nunca se destacou em lado nenhum E quando digo lado nenhum quero dizer mesmo isso OFI Creta Akademik Sofia Esteve no Pontevedra Organista figura nesta lista porque sofreu tal como tantos outros do síndrome de Toulon O tal torneio que viu Zidane a aparecer para o Futebol e uns anos mais tarde deixou que Rothen também se destacasse É preciso cuidado quando se olha para Toulon Foi o cuidado que Organista não teve quando se lembrou de ser um dos melhores jogadores da competição corria o ano de 2007 Calma É irmão do Miguelito Têm a certeza que não querem pensar melhor e esperem lá um bocado então e se Organista hoje teria tido outro destino Equipas B

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/foram-bons-foram-esquecidos/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive

  • A Selecção de todos nós | Entre Linhas
    francesa e a espanhola como esteve nos últimos anos a fazer a Selecção Belga com os resultados que se conhecem A verdade é que nada disto existe nem vai existir enquanto não aparecer alguém na estrutura que saiba e queira fazê lo alguém que defina uma estratégia para todos os escalões e garanta que esta se cumpre por um período pré definido Não há desculpas para que isto não aconteça Portugal tem hoje reconhecidamente os melhores recursos humanos na área do treino a Federação tem rendimentos dos patrocinadores como nunca teve e tem um número razoável de clubes que apostam na formação mesmo que nada para além das contingências os obrigue a isso Soluções Podemos começar por avançar com o tão célebre projecto da casa das selecções depois deixar de dar emprego a tudo o que é antigo jogador não tenho nada contra estes mas não acredito que sejam todos a melhor opção e criar uma equipa responsável por definir as bases do que vai ser a estratégia da Federação Portuguesa para a próxima década Se continuarmos assim bem já passámos das qualificações directas para os playoffs em grupos acessíveis o próximo passo será falhar os playoffs e depois voltaremos ao tempo em que já nem sequer estamos a lutar verdadeiramente pelas qualificações Isso vai acontecer quando Cristiano Ronaldo deixar de ter pernas Nani se perder de vez ou Pepe acabar a carreira Façam rápido qualquer coisa porque a falta de talento não é desculpa a geração de 93 94 jogadores a entrar nos vinte anos vai ser uma das melhores dos últimos tempos Deixo vos uma lista para perceberem o que estou a dizer Ivan Cavaleiro Extremo Filipe Chaby Médio ofensivo Bruma Extremo João Mário Médio Tozé Médio ofensivo João Cancelo Lateral Tiago Ilori Central Ruben Semedo Central André Gomes Médio André Almeida Lateral Bernardo Silva Médio Gonçalo Paciência Ponta de Lança Ricardo Esgaio Extremo William Carvalho Médio Rafa Médio Carlos Mané Avançado Alexandre Guedes Ponta de Lança Marcos Lopes Médio P S Podia estar aqui mais 2 horas a lembrar me de nomes mas acho que já se percebeu a ideia E sim Marcos Lopes é de 95 de Dezembro mais concretamente Tweet Pin It Partilhar isto Imprimir Email Facebook Twitter LinkedIn Google Relacionado About the author Pedro Nogueira Pedro Nogueira Prev O localismo e a outra face da moeda Next A liga dos esquecidos Related Posts Slimani É possível melhorar tecnicamente na idade adulta Sporting vs Porto O confronto do futebol sem balizas Champions para Três Erros que se pagam caro A caminho do Mundial 2014 Portugal A caminho do mundial 2014 Chile 2 Comments Responder Mauro 20 de Outubro de 2013 Só queria deixar um reparo Quando falas Um projecto que comece a pensar nas selecções a longo prazo como fez a Federação francesa e a espanhola como esteve nos últimos anos a fazer a Selecção Belga com os resultados que se conhecem A selecção Belga por exemplo começou a reformulação aquando da organização do Euro

    Original URL path: http://www.entre-linhas.pt/a-seleccao-de-todos-nos/ (2016-04-25)
    Open archived version from archive



  •