web-archive-pt.com » PT » F » FUNCHAL.PT

Total: 425

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • Freguesia de Santa Luzia
    Durante este período a paróquia funcionou na antiga capela de Nossa Senhora da Encarnação anexa ao antigo convento franciscano feminino Os terrenos desta freguesia partilham assim as ruas do Bom Jesus e do Comboio a Levada de Santa Luzia e a Ribeira de João Gomes Nos seus terrenos ficava o antigo convento da Encarnação onde posteriormente foi erigido um importante edifício do antigo Seminário Mais tarde funcionou como sede da antiga Junta Geral depois como escola secundária tendo sido entregue novamente à Diocese Trata se de uma paróquia de carácter rural que ainda hoje alberga no seu perímetro um considerável número de antigas quintas madeirenses Território Breve Enquadramento Histórico A freguesia de Santa Luzia foi criada pelo alvará de 28 de Dezembro de 1676 de D Pedro II partilhando então os espaços anteriormente das freguesias da Sé e do Monte Instalou se inicialmente uma pequena capela que foi sucessivamente ampliada Deu se início a uma nova construção entre 1719 e 1741 Durante este período a paróquia funcionou na antiga capela de Nossa Senhora da Encarnação anexa ao antigo convento franciscano feminino Os terrenos desta freguesia partilham assim as ruas do Bom Jesus e do Comboio a Levada de Santa Luzia e a Ribeira de João Gomes Nos seus terrenos ficava o antigo convento da Encarnação onde posteriormente foi erigido um importante edifício do antigo Seminário Mais tarde funcionou como sede da antiga Junta Geral depois como escola secundária tendo sido entregue novamente à Diocese Trata se de uma paróquia de carácter rural que ainda hoje alberga no seu perímetro um considerável número de antigas quintas madeirenses Mais informação sobre a Junta de Freguesia Demografia e Habitação Pop Residente Presente Famílias Alojamentos e Edifícios na Freg de Santa Luzia em 2001 e 2011 Fonte INE Recenseamento Geral da População e Habitação

    Original URL path: http://www.funchal.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=606&Itemid=217 (2016-04-24)
    Open archived version from archive


  • Freguesia de Santa Maria Maior
    Ordem de Cristo ciosa dos seus privilégios espirituais nas novas terras enviou prontamente um padre em 1433 afastando assim a influência franciscana Pensa se que o início da construção da pequena capela de Nossa Senhora da Conceição junto ao calhau da praia em 1438 ficou a dever se àquele padre Entretanto João Gonçalves Zarco mandou erguer outra capela em evocação a Nossa Senhora da Conceição onde hoje funciona o Convento de Santa Clara Assim a primeira capela passou a designar se Senhora do Calhau O aumento da população do Funchal e o interesse económico real em tudo o que dissesse respeito à Madeira dada a florescente produção açucareira levou o rei D Manuel a pressionar a construção de uma igreja nova entre as ribeiras de Santa Luzia e de São Francisco ou Ribeira Grande A construção da igreja começou em 1500 ficando concluída em 1508 ano em que as paredes foram benzidas e foi transferida a freguesia No mesmo ano a vila do Funchal é elevada a cidade e em breve a igreja grande era acabada para Sé sede do bispado dos descobrimentos portugueses instituído em 1514 Em 1558 dado o crescimento da cidade a freguesia de Santa Maria Maior foi reinstalada com os terrenos para Oriente da Ribeira de João Gomes quase como a conhecemos hoje dadas as dimensões da cidade de então A primitiva igreja de Santa Maria do Calhau acabaria por ser destruída pela aluvião de 9 de Outubro de 1803 quando pereceram cerca de 200 pessoas afogadas na parte baixa do Funchal A Câmara do Funchal cedeu então a igreja camarária de Santiago Menor padroeiro da cidade que passou a matriz da freguesia A transição desta para o antigo altar de Nossa Senhora da Perpétuo Socorro de grande devoção popular fez com que passasse a ser

    Original URL path: http://www.funchal.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=617&Itemid=218 (2016-04-24)
    Open archived version from archive

  • Freguesia de Santo António
    efectuar registos paroquiais A partir de 1566 já se intitulava de paróquia embora os seus clérigos tenham mantido o título de curas e só passassem a utilizar o de párocos a partir de 1574 A sua jurisdição chegou até ao Curral das Freiras que só em 1790 se desmembrou da freguesia de Santo António O grande passo foi dado em 1783 ano em que se iniciou a construção da actual igreja projectada por António Vila Vicêncio e inspeccionada pelo alferes António Francisco da Cruz Camacho até 1789 quando a obra ficou concluída Santo António orgulha se de possuir a par da freguesia do Monte uma igreja de duas torres que tem um especial impacto na paisagem envolvente A freguesia é a mais populosa do Funchal englobando uma vasta área entre o pico e o miradouro dos Barcelos e os vários lombos Território Mais informação sobre a Junta de Freguesia Demografia e Habitação Pop Residente Presente Famílias Alojamentos e Edifícios na Freg de Santo António em 2001 e 2011 Fonte INE Recenseamento Geral da População e Habitação 2001 Res Definitivos e 2011 Res Provisórios A freguesia de Santo António obteve nesta ultima década um aumento de 5452 pessoas residentes que corresponde

    Original URL path: http://www.funchal.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=618&Itemid=219 (2016-04-24)
    Open archived version from archive

  • Freguesia de São Gonçalo
    a nova igreja começaram a ser arrecadadas pelo padre Porfírio no entanto foi com o padre e historiador Manuel Juvenal Pita Ferreira que se iniciaram as obras da residência paroquial em Julho de 1946 e da igreja matriz em 1947 A igreja foi projectado pelo Engenheiro Manuel Fabrício Rodrigues e as obras foram levadas a cabo pelo construtor Jacinto Fernandes de Gouveia Nestaigreja existe uma imagem de Nossa Senhora da autoria de Francisco Franco esculpida em 1914 e oferecida à freguesia por Henrique Vieira de castro em 1921 Breve Enquadramento Histórico A freguesia de São Gonçalo foi criada a partir da de Santa Maria Maior em 1558 desconhecendo se o alvará de criação mas tendo curato por alvará de 7 de Março de 1566 Teve assento na antiga capela de Nossa Senhora das Neves até que por mandado do Conselho da Fazenda de 15 de Outubro de 1697 foi mandado erguer um novo templo Em meados do século XX iniciou se a construção da actual igreja feita ao gosto do Estado Novo As verbas para a nova igreja começaram a ser arrecadadas pelo padre Porfírio no entanto foi com o padre e historiador Manuel Juvenal Pita Ferreira que se iniciaram as obras da residência paroquial em Julho de 1946 e da igreja matriz em 1947 A igreja foi projectado pelo Engenheiro Manuel Fabrício Rodrigues e as obras foram levadas a cabo pelo construtor Jacinto Fernandes de Gouveia Nestaigreja existe uma imagem de Nossa Senhora da autoria de Francisco Franco esculpida em 1914 e oferecida à freguesia por Henrique Vieira de castro em 1921 A freguesia estende se desde o Lazareto de Gonçalo Aires ficando entre as freguesias de Santa Maria Maior e do Caniço Mais Informações sobre a Junta de Freguesia Demografia e Habitação Pop Residente Presente Famílias Alojamentos e

    Original URL path: http://www.funchal.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=609&Itemid=220 (2016-04-24)
    Open archived version from archive

  • Freguesia de São Martinho
    Nesta freguesia funcionava uma pequena capela construída por Afonso Anes o hortelão em homenagem a São Martinho A igreja foi sucessivamente ampliada e foi quase reconstruída de raiz em 1735 Com o aumento da população no final do século XIX levantava se um imponente templo cuja primeira pedra foi lançada a 8 de Julho de 1883 mas os trabalhos só arrancariam no século XX o que fez com que a Igreja fosse sagrada apenas a 24de Junho de 1918 A partir de 1940 com a transferência do cemitério central da área das Angústias para os terrenos anexos à velha igreja esta passou a capela funerária Os seus terrenos descem até ao mar estendendo se entre o Ribeiro Seco e a Ribeira dos Socorridos Mais Informações sobre a Junta de Freguesia Demografia e Habitação Pop Residente Presente Famílias Alojamentos e Edifícios na Freg de São Martinho em 2001 e 2011 Fonte INE Recenseamento Geral da População e Habitação 2001 Res Definitivos e 2011 Res Provisórios São Martinho é a freguesia que apresenta no contexto municipal uma dinâmica mais positiva em termos da variação da população residente de 2001 para 2011 traduzida em mais 28 3 o que em termos absolutos corresponde

    Original URL path: http://www.funchal.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=619&Itemid=221 (2016-04-24)
    Open archived version from archive

  • Freguesia de São Pedro
    da sé do Funchal não concordou em partilhar o espaço da sua freguesia que pouco tempo antes havia sido partilhada com a freguesia de Santa Maria Maior A ordem não foi implementada e a freguesia foi extinta a 3 de Março de 1579 Contudo em breve teve que aceitar a partilha com as novas freguesias rurais de São Roque e de São Martinho em 1587 cujas populações tinham dificuldades de se deslocar ao centro do Funchal A importância da população aí residente fez com que fosse solicitada a criação de uma nova freguesia tendo a autorização sido assinada a 20 de Julho de 1566 pelo cardeal D Henrique No entanto o cabido da sé do Funchal não concordou em partilhar o espaço da sua freguesia que pouco tempo antes havia sido partilhada com a freguesia de Santa Maria Maior A ordem não foi implementada e a freguesia foi extinta a 3 de Março de 1579 Contudo em breve teve que aceitar a partilha com as novas freguesias rurais de São Roque e de São Martinho em 1587 cujas populações tinham dificuldades de se deslocar ao centro do Funchal Assim na sequência da emissão do alvará de 14 de Agosto de 1587 a freguesia de São Pedro foi reinstalada inicialmente com sede na velha capela de São Pedro e São Paulo fundada por João Gonçalves Zarco junto à ribeira De imediato deu se início à construção da nova igreja numa zona mais alta sob a direcção do mestre de obras reais Mateus Fernandes III Após a conclusão da nova igreja em 1595 a antiga capela passou a homenagear São Paulo Em pouco tempo São Pedro passou a ser a freguesia mais populosa do Funchal e sede da principal burguesia insular ocupando toda a parte alta da antiga freguesia da Sé até

    Original URL path: http://www.funchal.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=612&Itemid=222 (2016-04-24)
    Open archived version from archive

  • Freguesia de São Roque
    do Funchal que protegia a população contra a peste A pequena capela inicial deu lugar a uma igreja erigida em 1704 perto daquele local ainda hoje conhecida como Igreja Velha Mas a construção apresentava deficiências acabando por ruir em 1790 Foi então construída uma nova igreja projectada pelo Engenheiro António Vila Vicêncio cujas obras se prolongaram até 1820 e os acabamentos até meados do século XIX A freguesia de São Roque engloba os sítios da Achada Muro da Coelha Conceição Fundoa Igreja Velha Calhau Igreja Nova Alegria Bugiaria Lombo Segundo Lombo de São João e Santana Breve Enquadramento Histórico Os terrenos da freguesia de São Roque faziam parte da primitiva freguesia da Sé e depois durante um curto período da de São Pedro vindo a ser desmembrada desta e da de São Martinho por alvará do cardeal infante D Henrique datado de 3 de Março de 1579 O cardeal atribuíu então ao prelado do Funchal a faculdade de criar uma nova freguesia Esta foi instituída na antiga capela de São Roque construída pelos moradores no início do século XVI provavelmente com a ajuda de fundos camarários uma vez que São Roque era um dos padroeiros do Funchal que protegia a população contra a peste A pequena capela inicial deu lugar a uma igreja erigida em 1704 perto daquele local ainda hoje conhecida como Igreja Velha Mas a construção apresentava deficiências acabando por ruir em 1790 Foi então construída uma nova igreja projectada pelo Engenheiro António Vila Vicêncio cujas obras se prolongaram até 1820 e os acabamentos até meados do século XIX A freguesia de São Roque engloba os sítios da Achada Muro da Coelha Conceição Fundoa Igreja Velha Calhau Igreja Nova Alegria Bugiaria Lombo Segundo Lombo de São João e Santana Mais informação sobre a Junta de Freguesia Demografia e

    Original URL path: http://www.funchal.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=613&Itemid=223 (2016-04-24)
    Open archived version from archive

  • Freguesia da Sé
    1500 sob a orientação do novo vigário frei Nuno Cão e estava quase pronta em 1508 quando foram benzidas as paredes Procedeu se à transferência da freguesia e no mesmo ano a vila do Funchal foi elevada a cidade Em breve a igreja grande era acabada para sé sede do bispado dos descobrimentos portugueses instituído em 1514 passando o vigário frei Nuno Cão a deão da nova Sé Em 1558 dado o crescimento da cidade era reinstalada a freguesia de Santa Maria Maior com os terrenos para Oriente da Ribeira de João Gomes quase como a conhecemos hoje Progressivamente com o aumento da população foram sendo criadas outras freguesias dentro dos terrenos da inicial freguesia da Sé o que nem sempre agradou ao cabido como aconteceu em 1566 quando foi instalada a freguesia de São Pedro cuja duração foi efémera Mas as dimensões da cidade e a sua população não paravam de aumentar Consequentemente foram criadas as freguesias rurais de São Roque e São Martinho e reinstalada a de São Pedro Mais tarde haveria de surgir a freguesia de Santa Luzia e assim sucessivamente Breve Enquadramento Histórico A freguesia da Sé inicialmente conhecida por Santa Maria Maior foi a sucessora da primeira freguesia do Funchal instalada com a chegada dos primeiros povoadores O rei D Manuel havia acedido a um pedido dos habitantes para a construção de uma igreja maior dado que a pequena igreja construída junto ao calhau da praia era já muito acanhada para a população O rei aproveitou então para reformular a vila oferecendo o antigo Campo do Duque para a construção de um centro político e administrativo demarcado em 1486 onde deveriam ser levantados os Paços do Concelho uma igreja grande e num largo entre essas duas construção uma picota ou pelourinho símbolo do poder municipal O pelourinho veio logo no ano de 1486 mas foi colocado junto a Nossa Senhora do Calhau nunca chegando a ser posto no local inicialmente determinado por D Manuel A população no entanto assustou se com o enorme projecto enviado de Lisboa e houve alguma dificuldade em levar a obra adiante A construção arrancou definitivamente em 1500 sob a orientação do novo vigário frei Nuno Cão e estava quase pronta em 1508 quando foram benzidas as paredes Procedeu se à transferência da freguesia e no mesmo ano a vila do Funchal foi elevada a cidade Em breve a igreja grande era acabada para sé sede do bispado dos descobrimentos portugueses instituído em 1514 passando o vigário frei Nuno Cão a deão da nova Sé Em 1558 dado o crescimento da cidade era reinstalada a freguesia de Santa Maria Maior com os terrenos para Oriente da Ribeira de João Gomes quase como a conhecemos hoje Progressivamente com o aumento da população foram sendo criadas outras freguesias dentro dos terrenos da inicial freguesia da Sé o que nem sempre agradou ao cabido como aconteceu em 1566 quando foi instalada a freguesia de São Pedro cuja duração foi efémera Mas as dimensões da

    Original URL path: http://www.funchal.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=614&Itemid=224 (2016-04-24)
    Open archived version from archive