web-archive-pt.com » PT » I » INR.PT

Total: 852

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • Ligações - Organismos estrangeiros - INR
    Inadaptations CTNERHI em francês Fédération des Aveugles de France em francês Handicat Handicaps et Aides Techniques em francês Base de dados de ajudas técnicas IRLANDA Assist Ireland em inglês Informação sobre ajudas técnicas na Irlanda National Council for the Blind of Ireland NCBI em inglês National Disability Authority NDA em inglês ITÁLIA Serviço de Informação e Avaliação de Ajudas Técnicas SIVA em italiano ou inglês Banco de dados sobre as ajudas técnicas disponíveis no mercado italiano notícias e bibliografia sobre o mesmo tema REINO UNIDO Centre for Accessible Environment CAE em inglês Disabled Living Foundation DLF em inglês Employers Forum on Disability em inglês Foundation for Assistive Technology FAST em inglês Guidelines for the design of accessible information and comunication technology systems em inglês MENCAP em inglês Office for Disability Issues em inglês Royal Association for Deaf people RAD em inglês Royal Association for Disability and Rehabilitation RADAR em inglês Royal National Institute for the Blind RNIB em inglês Royal National Institute for the Deaf RNID em inglês SUÉCIA Independent Living Institute em inglês ORGANISMOS INTERNACIONAIS Academic Network of European Disability experts ANED em inglês Agência para as NEE Agência Europeia para o Desenvolvimento em Necessidades Educativas Especiais Association for the Advancement of Assistive Technology in Europe AAATE em inglês Autisme Europe em inglês ou francês Banco Mundial página sobre as questões da deficiência em inglês Cerebral Palsy International Sports and Recreation Association CPISRA em inglês Comité Paralímpico Internacional em inglês Página oficial Conselho da Europa em inglês ou francês Comité Director para a Reabilitação e Integração das Pessoas com Deficiência CD P RR do Conselho Da Europa Disability Awareness in Action DAA em inglês Design for All Foundation em inglês espanhol e catalão Design for All and Assistive Technologies Standardization Co ordination Group DATSG em inglês Disabled Peoples International DPI em inglês francês ou espanhol Disability Rights Promotion International DRPI em inglês Down Syndrome International em inglês European Association of Service Providers for Persons with Disabilities EASPD em inglês ou francês European Blind Union EBU em inglês European Consortium of Foundations on Human Rights and Disability em inglês European Design for All e Accessibility Network EDeAN em inglês European Disability Forum EDF em inglês ou francês European Down Syndrome Association EDSA em inglês European Federation for Research In Rehabilitation EFRR em inglês European Forum of Sign Language Interpreters EFSLI em inglês European Kidney Patients Federation CEAPIR em inglês European League Against Rheumatism EULAR em inglês European Multiple Sclerosis Platform em inglês European Network of ex Users and Survivors of Psychiatry ENUSP em inglês European Organisation for Rare Diseases EURORDIS em várias línguas europeias entre as quais o português European Parkinson s Disease Association em inglês European Parliament Disability Intergroup em inglês e francês European Union of Supported Employment EUSE em inglês Global Applied Disability Research and Information Network on Employment and Training GLADNET em inglês Inclusion International ILMSH em inglês francês e espanhol International Association for the Scientific Study of Intellectual Disabilities IASSID em inglês International Association of Special

    Original URL path: http://www.inr.pt/content/1/44/organismos-estrangeiros (2016-01-01)
    Open archived version from archive


  • Ligações - Sitio em destaque - INR
    passageiros sempre à mão e entre outros meios de actuação conta se um sítio internet que dispõe de versão portuguesa onde se apresenta uma síntese dos direitos dos passageiros para cada meio de transporte Os direitos dos passageiros dos transportes aéreos e os dos passageiros dos transportes ferroviários já se encontram consignados em Regulamentos da União Europeia nos quais a igualdade de tratamento das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida está garantida Decorre neste momento o processo legislativo da iniciativa da Comissão para tornar extensivos tais direitos a outros meios de transporte nomeadamente por via marítima por via navegável interior ou por autocarro O direito à igualdade de tratamento das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida está contemplado com destaque no sítio internet da campanha em menu próprio Estão presentes vários materiais de divulgação da campanha que podem descarregar se como cartazes comunicados de imprensa e outros Actualização Decorrendo durante o mês de Dezembro de 2010 período onde se prevê um maior número de deslocações e de viagens a segunda fase de dinamização desta campanha informativa a União Europeia disponibiliza no sítio internet da campanha novos materiais de divulgação De notar no entanto que embora o sítio esteja inteiramente construído em língua portuguesa apresenta com alguma frequência ligações para documentos noutras línguas da União Europeia Outras ligações sobre este tema Serviço My Way da TAP Serviço Integrado de Mobilidade da CP Perguntas frequentes sobre transportes públicos no sítio do INR I P Notícia publicada no sítio do INR I P aquando da entrada em vigor do Regulamento sobre os direitos das pessoas com deficiência e das pessoas com mobilidade reduzida no transporte aéreo Última actualização Quinta Feira 22 Setembro de 2011 Documentos disponíveis para descarregar Cartaz da Campanha Os seus direitos de passageiros sempre à mão relativo aos

    Original URL path: http://www.inr.pt/content/1/48/sitio-mes (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Ligações - Arquivo de sítios anteriormente em destaque - INR
    helpdesk as questões mais relevantes estão publicadas na secção FAQ Estão igualmente presentes indicações sobre afixação dos símbolos de conformidade com as regras de acessibilidade do W3C Outras ligações de interesse sobre esta matéria recomendam se as ligações do próprio sítio Acessibilidade gov pt Obesidade O tema da obesidade está na ordem do dia A Fundação Bissaya Barreto entende dar o seu contributo na luta e prevenção deste fenómeno através de um sítio específico Além do enquadramento científico do fenómeno com referência a ampla bibliografia nacional e estrangeira é feita a caracterização da problemática mediante a apresentação de critérios de definição classificação e números relativos a prevalência e custos Todos estes aspectos são referidos separadamente para a obesidade infantil e adulta A pedagogia está presente sob a forma de conselhos para hábitos alimentares e de actividade física correctos de receitas saudáveis Finalmente os media não são esquecidos sendo oferecida a revista da imprensa escrita da televisão e da internet Outras ligações sobre esta matéria Portal da Saúde Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade Obesidade no Sapo Associação de Doentes Obesos e Ex obesos Doenças crónicas Integrada no portal da OMS o Departamento de Doenças Crónicas e Promoção da Saúde desta organização mantém nas seis línguas oficiais da OMS uma página dedicada às doenças crónicas A tónica é posta na prevenção sendo disponibilizados materiais audiovisuais e interactivos para combater ideias feitas sobre esta temática São facultadas informação sobre a situação em cada um dos países membros e sínteses comparativas Estão disponíveis publicações técnicas sobre a temática genérica das doenças crónicas e outras especializadas sobre algumas destas doenças Outras ligações sobre esta matéria Portal da Saúde Associação Portuguesa contra a Leucemia Agence de la Santé Publique Canadá Open Prosthetics Project O projecto Open Prosthetics baseia se na filosofia open source divulgando livremente soluções na área da engenharia de reabilitação mais concretamente relativas a próteses de membros Segundo os procedimentos mais comuns estas soluções seriam comercializadas mas aqui promove se a colaboração entre utilizadores designers e patrocinadores para atingir um protótipo ideal que é depois disponibilizado para quem o queira utilizar ou ainda melhorar Os relatórios de produtos em desenvolvimento são apoiados não só pelos textos descritivos como por pequenos filmes Numa óptica de coerência a própria solução CAD adoptada pelo projecto é do tipo open source ADVITA Associação para o Desenvolvimento de Novas Iniciativas para a Vida Página centrada na informação e soluções para pessoas dependentes e ou para os seus cuidadores não descurando no entanto os aspectos da prevenção Pontos fortes deste sítio a destacar são nomeadamente conceitos e metodologias de avaliação da dependência informação ao nível da divulgação sobre doenças que conduzem a situações de incapacidade e sobre os diversos tipos de medicamentos e de acesso aos mesmos várias publicações para descarga entre elas o manual Um guia para o acolhimento residencial das pessoas em situação de deficiência manual de boas práticas lista de ONG que trabalham nesta área informações eminentemente práticas como localização de serviços de saúde ou a lista das farmácias de serviço Sparadrap Sparadrap é uma associação francesa cujo principal objectivo é ajudar as famílias e os profissionais em contacto com uma criança doente ou hospitalizada O seu sítio tem por isso uma forte componente lúdica e didáctica na parte que é destinada directamente às crianças são lhes propostos livros revistas jogos visionamento de filmes ou mesmo uma visita ao hospital Os pequenos internautas podem proporcionar o seu feedback publicando desenhos ou pequenos textos ou mesmo dando a sua opinião sobre o sítio A página apresenta ainda outras componentes de carácter essencialmente informativo destinadas às famílias aos profissionais de saúde e aos jornalistas Outras ligações sobre esta matéria Docteur Souris ONG francesa que coloca meios informáticos ao dispor de crianças hospitalizadas Sonrisa médica Outras experiências em hospitais portugueses Inside the brain an interactive tour Este sítio produzido pela Alzheimer Association EUA apresenta uma viagem que explica como o cérebro trabalha e como a doença de Alzheimer o afecta Passando o rato sobre áreas de texto em destaque são evidenciadas nas imagens as partes do cérebro em questão ao mesmo tempo que são exibidos blocos de texto explicativos Outras ligações sobre esta matéria Associação Portuguesa de Familiares e Amigos de Doentes de Alzheimer APFADA Sociedade Portuguesa de Neurociências Portal dos psicólogos Não obstante incorporar uma vertente comercial o portal dos psicólogos disponibiliza sem qualquer encargo muita informação O núcleo duro do portal são as várias especialidades da Psicologia em relação às quais são apresentados trabalhos académicos artigos de opinião e notícias de actualidade É possível adquirir bibliografia ou baterias de testes estando ambas as áreas organizadas por categorias A secção de recursos disponibiliza entre outros instrumentos de trabalho o DSM IV a CID 10 dicionários Integra igualmente o sítio uma área de apoio a estudantes cursos existentes legislação e a profissionais estando disponível aliás um directório de psicólogos pesquisável por zona geográfica Agendas de eventos e de formação completam a informação de actualidade Mediante registo pode participar se nos foruns promovidos no âmbito deste sítio Outras ligações sobre esta matéria Instituto Superior de Psicologia Aplicada Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto Sindicato Nacional dos Psicólogos A Agência Europeia para o Desenvolvimento Em Necessidades Educativas Especiais é um organismo independente que agrupa instituições de 19 países europeus trabalhando neste domínio sendo suportada pelos Ministérios da Educação dos países membros e também pela União Europeia Comissão e Parlamento Na sua página podem encontrar se as publicações decorrentes dos estudos promovidos pela Agência muitas delas descarregáveis Cada país contribui com um conteúdo local que inclui uma breve história da educação especial e a situação actual em matéria de legislação de financiamento de organização do tipo de respostas providenciadas Está igualmente disponível online uma base de dados que contém elementos de cada um dos países sobre a respectiva situação em matéria de transição escola emprego A temática da intervenção precoce foi recentemente autonomizada em página

    Original URL path: http://www.inr.pt/content/1/47/arquivo (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • INR - Enviar a amigo
    recomendar este conteúdo a um amigo por favor preencha o formulário que se segue Os campos obrigatórios estão marcados com O seu nome asterisco O seu email asterisco Nome do seu amigo asterisco Email do seu amigo asterisco Mensagem Introduza

    Original URL path: http://www.inr.pt/content_sendform.php?url=http:/www.inr.pt/category/1/3/recursos&title=Recursos&form=enviaramigo (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Versão impressora
    essencial para a plena participação das pessoas com deficiência na sociedade O INR I P privilegia a informação e disponibiliza um conjunto de instrumentos informativos nos vários domínios relacionados com o desenvolvimento tecnológico o conhecimento científico e as redes sociais

    Original URL path: http://www.inr.pt/content_printer.php?catid=3 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • RSS
    para Really Simple Syndication e é a forma mais fácil de tomar conhecimento das últimas actualizações do sítio disponibilizando os últimos conteúdos na categoria pretendida Como posso utilizar o RSS Basta ter um programa Leitor de RSS Existem diferentes programas

    Original URL path: http://www.inr.pt/rss.php?id=3&rssbool=1 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Perguntas frequentes - Saúde - INR
    prescrição médica da requisição da entidade responsável pelo respectivo pagamento e comprovativo da realização dos tratamentos 15 Quando posso ter direito ao transporte em ambulância A utilização de uma ambulância depende em princípio da indicação do médico Exceptuam se as situações de urgência em que a decisão poderá ser do utente Os custos de utilização de uma ambulância para deslocação a um serviço de saúde só serão suportados pelo SNS no caso de o médico confirmar que se trata de uma situação de urgência Sempre que haja necessidade de tratamentos ou de exames de diagnóstico em que a situação clínica do doente confirmada pelo médico justifique o transporte em ambulância os custos daí decorrentes serão suportados pelos serviços requisitantes As grávidas têm direito ao transporte gratuito em ambulância para se dirigirem à Maternidade ou Hospital no momento do parto 16 Posso usufruir de assistência médica no estrangeiro em período de férias Os utentes do Serviço Nacional de Saúde têm direito a cuidados de saúde nas situações de doença inesperada quando em viagem temporária por qualquer dos países da União Europeia Sempre que viajar para estes países deve pedir o Modelo E 111 com a devida antecedência ao Centro Distrital do Instituto de Segurança Social I P ou ao subsistema de saúde em que estiver inscrito Se tiver problemas de saúde que devam ser conhecidos em situações de emergência deve também levar consigo o Cartão Sanitário Europeu de Urgência 17 O que é o Cartão Sanitário Europeu de Urgência É um cartão adoptado por todos os Estados membros da União Europeia destinado às pessoas que apresentam problemas de saúde que precisam de ser identificados rapidamente em caso de urgência como por exemplo problemas alérgicos diabetes doenças neurológicas glaucoma entre outros Este cartão não é obrigatório e não lhe dá acesso a cuidados de saúde gratuitos É passado pelo médico de família ou por médico privado devendo solicitá lo no seu Centro de Saúde 18 Se em Portugal não for possível tratar da minha doença posso ir tratar me ao estrangeiro Sim se o tratamento proposto não puder ser feito no nosso país por falta de recursos técnicos Neste caso o seu médico de família encaminhá lo á para uma consulta hospitalar onde o médico da especialidade avaliará da necessidade de ser tratado ou submetido a intervenção cirúrgica no estrangeiro Para este efeito o médico fará um relatório clínico e indicará a necessidade de ser ou não acompanhado por um familiar ou por um profissional de saúde O respectivo relatório depois do parecer de uma Comissão de Assessoria Técnica é submetido à decisão do Director Geral da Saúde Esta decisão ser lhe á comunicada no prazo de 15 dias a partir da data do registo de entrada do pedido na Direcção Geral da Saúde No entanto em caso de excepcional urgência comprovada por relatório médico este prazo é reduzido para 5 dias As despesas resultantes da prestação de assistência médica e os gastos com alojamento alimentação e transporte na classe mais económica

    Original URL path: http://www.inr.pt/content/1/72/saude (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Perguntas frequentes - Regimes de interdição e inabilitação e da tutela - INR
    entrada a acção quais os procedimentos que se seguem Serão afixados editais no tribunal e na sede da junta de freguesia da residência do requerido e será este citado para contestar no prazo de 30 dias 9 E se requerido pessoa a interditar ou inabilitar se encontrar impossibilitado de a receber O juiz designa um curador provisório que será citado para contestar em representação do requerido 10 O que se segue posteriormente à contestação Seguirá o processo os seus trâmites procedimentos normais 11 E após esta Finda a fase dos articulados ou caso não haja contestação procederá o tribunal ao interrogatório do requerido pessoa a interditar ou inabilitar e à realização de exame pericial exame que servirá de prova a fim de averiguar o grau de incapacidade do requerido pessoa a interditar ou inabilitar 12 Qual a tramitação procedimento posterior ao interrogatório e exame Se não houve contestação o juiz poderá decretar de imediato a interdição ou inabilitação Se houve contestação seguir se ão os trâmites procedimentos normais de um processo até à decisão final 13 O que deve conter a sentença A sentença deverá decretar definitiva ou provisoriamente a interdição ou inabilitação a data do começo indicará o tutor protutor ou o curador e se necessário o subcurador convocando o conselho de família quando deva ser ouvido A sentença deverá ser devidamente publicitada 14 Quais os efeitos de declaração de interdito ou inabilitado O interdito è equiparado ao menor Em ambas as circunstâncias ficam impossibilitados de exercer o direito de voto e se forem por causa de anomalia psíquica ficam inibidos do poder paternal incapazes de testar não podem ser tutores poderão celebrar casamento mas o mesmo poderá ser anulado impedimento dirimente absoluto obstam à celebração do casamento 15 A quem incumbe a tutela ou curatela ao cônjuge salvo se estiver separado judicialmente de pessoas e bens ou separado de facto por culpa sua aos progenitores pais a pessoa designada pelos progenitores pais em testamento ou documento autêntico ou autenticado aos filhos maiores preferindo o mais velho em último caso cabe ao tribunal designar ouvindo o conselho de família 16 E uma instituição não poderá exercer a tutela Em determinadas circunstâncias não havendo familiares próximos e estarem as pessoas a ser interditas ou inabilitadas a viver na instituição o director desta poderá ser designado tutor 17 O que é o tutor O tutor é a pessoa que dever zelar pelo bem estar saúde educação do interditado assumindo os direitos e obrigações dos pais dentro dos parâmetros definidos na lei e devendo exercer a tutela como um bom pai de família 18 E o protutor O protutor é designado de entre os vogais do conselho de família e tem por atribuição fiscalizar a acção do tutor 19 E o curador O curador assiste o inabilitado na administração do seu património e executando os actos de disposição de bens entre vivos e todos os que forem especificados na sentença 20 Podem executar todos os actos livremente Não existem actos a que

    Original URL path: http://www.inr.pt/content/1/71/regimes-interdicao-inabilitacao-tutela (2016-01-01)
    Open archived version from archive