web-archive-pt.com » PT » I » IPST.PT

Total: 474

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • IPST, IP - Contactos
    e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados Nacionais Ser Dador Alteração de Dados Locais de Inscrição Inscrição e Folheto Informativo Não poderei ser Dador se Perguntas Frequentes Contactos Banco Público de Células do Cordão Umbilical Apresentação Doação de Sangue do Cordão Umbilical Documentos Perguntas Frequentes Contactos Medicina Laboratorial Transplantação Área do Sangue Inicio Sistema Português de Hemovigilância Hemovigilância Biovigilância Centro de Sangue e Transplantação de Lisboa Centro de Sangue e Transplantação de Coimbra Centro de Sangue e Transplantação do Porto Profissionais Formação Aplicações IPST Informação e Documentação Dados Estatísticos Espaço Dador de Sangue Ser Dador Sessões de colheita de Sangue Dador pt CEDACE Medula Óssea Área Reservada Promoção da Dádiva de Sangue Como organizar uma sessão de colheita Campanhas Medicina Laboratorial Sangue Perguntas Frequentes Vistos Área Reservada Sessões de colheita de Sangue Ser Dador Contactos IPST IP Legislação Nacional Centros de Sangue e da Transplantação abertos dias 24 e 31 de Dezembro das 8h às 15h Informamos a todos os que pretendam efetuar a sua dádiva de sangue na véspera de Natal ou Ano Novo que os Centros de Sangue e da Transplantação do IPST em Lisboa Av do Brasil IPFA PEI 23rd International Workshop on Surveillance and Screening of Blood Borne Pathogens IPFA PEI 23rd International Workshop on Surveillance and Screening of Blood Borne Pathogens Lisbon Portugal Este workshop terá lugar em Lisboa no Hotel Marriott a 25 e 26 de ESCLARECIMENTO Decreto Lei 83 2013 Seguro do Dador de Sangue ABRANGÊNCIA DO DIPLOMA O diploma prevê o regime de responsabilidade civil independentemente de culpa para o dador que após aprovação clínica realiza a sua dádiva de sangue To Plasma Esclarecimento Plasma Esclarecimento 2015 06 17 Programa Estratégico

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/cnt/cnt-contatos (2016-01-01)
    Open archived version from archive


  • IPST, IP - Doação e Transplantação
    ser dador e de que órgãos Que órgãos e tecidos podem ser doados Os órgãos que podem ser doados são os rins o fígado o coração o pâncreas e os pulmões De um dador de órgãos podem também ser colhidos tecidos osteotendinosos como osso tendão e outras estruturas osteotendinosas córneas válvulas cardíacas segmentos vasculares e pele Pode definir se que órgãos doar Tendo em conta a escassez de órgãos para transplante tenta aproveitar se o máximo possível de cada dador Habitualmente é contemplada a possibilidade de doação completa de todos os órgãos no entanto se não quiser doar algum órgão ou tecido deve expressá lo no Registo Nacional de Não Dadores RENNDA Quando este registo for consultado são referidos quais os órgãos ou tecidos que não podem ser utilizados Consentimento para a doação De acordo com a legislação Portuguesa todos domos considerados potenciais dadores desde que não expressemos oposição à dádiva no Registo Nacional de Não Dadores RENNDA Doação em vida A doação em vida é possível se se cumprirem as condições e requisitos estabelecidos na legislação O dador tem de ser maior de idade e gozar de boa saúde física e mental A legislação inclui os passos que devem ser seguidos por todos os intervenientes médicos Entidade Verificadora da Admissibilidade da Colheita para Transplante dador e recetor de modo a garantir os direitos de ambas as partes a liberdade das decisões voluntariedade gratuitidade e altruísmo Cada caso tem as suas particularidades pelo que o médico responsável pelo recetor deverá ser sempre consultado Imprimir Email Inserir critério de pesquisa Área Transplantação Inicio Coordenação Nacional da Transplantação A Coordenação Nacional da Transplantação Missão Orientações Estratégicas Modelo Português Peritos Consultores Colaboradores Externos Internacional Projetos Europeus e Ações Conjuntas Comissão Europeia Conselho da Europa Contactos Doação e Transplantação Informação Cidadão Doação RENNDA Transplantes Perguntas Frequentes Informação Especializada Atividade Dados Recomendações e Boas Práticas Perguntas Frequentes Informação Especializada formacao Biovigilância Formulários Circulares Normativas e Informativas Legislação Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados Nacionais Ser Dador Alteração de Dados Locais de Inscrição Inscrição e Folheto Informativo Não poderei ser Dador se Perguntas Frequentes Contactos Banco Público de Células do Cordão Umbilical Apresentação Doação de Sangue do Cordão Umbilical Documentos Perguntas Frequentes Contactos Medicina Laboratorial Transplantação Área do Sangue Inicio Sistema Português de Hemovigilância Hemovigilância Biovigilância Centro de Sangue e Transplantação de Lisboa Centro de Sangue e Transplantação de Coimbra Centro de Sangue e Transplantação do Porto Profissionais Formação Aplicações IPST Informação e Documentação Dados Estatísticos Espaço Dador de Sangue Ser Dador Sessões de colheita de Sangue Dador pt CEDACE Medula Óssea Área Reservada Promoção da Dádiva de Sangue Como organizar uma sessão de colheita Campanhas Medicina Laboratorial Sangue Perguntas Frequentes Vistos Área Reservada Sessões de colheita de Sangue Ser Dador Contactos IPST IP Legislação Nacional Centros de Sangue e da Transplantação abertos dias 24 e 31 de Dezembro das 8h às 15h

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/dt (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - RENNDA
    A entidade responsável pelo ficheiro automatizado do RENNDA são os ServiçosPartilhados do Ministério da Saúde Dados pessoais Os dados pessoais recolhidos para tratamento automatizado referentes a todos os cidadãos inscritos no RENNDA são o nome morada naturalidade e nacionalidade data de nascimento sexo número e data do bilhete de identidade ou cédula pessoal e órgãos tecidos ou fins que não são objeto de doação Os dados são conservados durante os dez anos subsequentes ao falecimento do titular do registo Direito à informação e acesso aos dados Qualquer pessoa tem direito a conhecer o conteúdo do registo ou registos do ficheiro automatizado do RENNDA que lhe digam respeito Todos aqueles que no exercício das suas funções tomem conhecimento dos dados pessoais constantes do RENNDA ficam obrigados a observar sigilo profissional mesmo após o termo das respetivas funções Cartão individual de não dador A todos os cidadãos que se tenham inscrito no RENNDA é fornecido um cartão individual de não dador aprovado pelo Despacho Normativo n º 700 94 de 1 de Outubro Os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde emitem e enviam ao destinatário o cartão individual de não dador no prazo máximo de 30 dias contados da receção do impresso de oposição à dádiva Consulta ao RENNDA Os estabelecimentos hospitalares públicos ou privados que procedem à colheita post mortem de tecidos ou órgãos devem antes de iniciada a colheita verificar através dos gabinetes coordenadores de colheita e transplantação e dos centros de histocompatibilidade a existência de oposição ou de restrições à dádiva constantes do RENNDA Para tal estão diretamente ligados ao ficheiro automatizado A colheita de tecidos pelos institutos de medicina legal só pode ser realizada após verificação da não oposição à mesma através de consulta do RENNDA Imprimir Email Inserir critério de pesquisa Área Transplantação Inicio Coordenação Nacional da Transplantação A Coordenação Nacional da Transplantação Missão Orientações Estratégicas Modelo Português Peritos Consultores Colaboradores Externos Internacional Projetos Europeus e Ações Conjuntas Comissão Europeia Conselho da Europa Contactos Doação e Transplantação Informação Cidadão Doação RENNDA Transplantes Perguntas Frequentes Informação Especializada Atividade Dados Recomendações e Boas Práticas Perguntas Frequentes Informação Especializada formacao Biovigilância Formulários Circulares Normativas e Informativas Legislação Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados Nacionais Ser Dador Alteração de Dados Locais de Inscrição Inscrição e Folheto Informativo Não poderei ser Dador se Perguntas Frequentes Contactos Banco Público de Células do Cordão Umbilical Apresentação Doação de Sangue do Cordão Umbilical Documentos Perguntas Frequentes Contactos Medicina Laboratorial Transplantação Área do Sangue Inicio Sistema Português de Hemovigilância Hemovigilância Biovigilância Centro de Sangue e Transplantação de Lisboa Centro de Sangue e Transplantação de Coimbra Centro de Sangue e Transplantação do Porto Profissionais Formação Aplicações IPST Informação e Documentação Dados Estatísticos Espaço Dador de Sangue Ser Dador Sessões de colheita de Sangue Dador pt CEDACE Medula Óssea Área Reservada Promoção da Dádiva de Sangue Como organizar uma sessão de colheita Campanhas Medicina Laboratorial

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/dt/dt-informacao-cidadao/dt-rennda (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Transplantes
    médico se adeque a única solução possível para evitar a sua morte ou para melhorar a sua qualidade de vida é o transplante Cada doente é incluído em lista de espera e é avaliado individualmente pela equipa de transplante Qual o período de espera O período de espera é variável e geralmento um pouco demorado tendo em conta a pouca disponibilidade de órgãos para transplante Quando um órgão fica disponível o doente é contactado para que num espaço de tempo muito reduzido a intervenção se realize Os órgãos regra geral não sobrevivem muito tempo fora do corpo humano pelo que se um doente não estiver contactável perde a vez para outro O que acontece depois do transplante Depois do transplantre efetuam se consultas de acompanhamento periódicas Muito embora a compatibilidade entre dador e recetor seja testada antes de um transplante a prescrição de medicamentos imunossupressores é obrigatória de forma permanente exceto nos transplantes de medula óssea Em casos de rejeição poderá ser oferecido ao doente um novo transplante Quanto custa um transplante Quem paga o transplante Os custos deste processo são assegurados pelo sistema de saúde ao qual pertence o doente O órgão doado é transplantado gratuitamente independentemente da condição social e económica do doente que o recebe Toda a terapêutica associada ao transplante é suportada pelo Serviço Nacional de Saúde e respetivos hospitais onde são efetuados os transplantes Listas de espera e critérios de distribuição dos órgãos De modo a garantir os princípios de igualdade e equidade os critérios são definidos tendo em conta dois aspetos fundamentais aspetos regionais e aspetos clínicos Os critérios regionais permitem que os órgãos de dadores de uma determinada região sejam transplantados na mesma região para diminuir ao máximo o tempo de isquémia tempo máximo que pode decorrer entre a colheita do órgão e o seu transplante no recetor Os critérios clínicos definem a compatibilidade entre dador recetor e a gravidade do doente Existe um critério clínico que está acima dos critérios regionais que consiste na urgência emergência da necessidade do doente relativamente ao transplante Um pedido superurgente ou emergente tem prioridade absoluta em todo o território nacional Para pedidos de outras naturezas os órgãos são atribuídos de acordo com os critérios territoriais A equipa de transplante decide consultando a lista de espera qual o doente mais indicado para receber o órgão seguindo os critérios clínicos compatibilidade do grupo sanguíneo características antropométricas gravidade do doente etc Imprimir Email Inserir critério de pesquisa Área Transplantação Inicio Coordenação Nacional da Transplantação A Coordenação Nacional da Transplantação Missão Orientações Estratégicas Modelo Português Peritos Consultores Colaboradores Externos Internacional Projetos Europeus e Ações Conjuntas Comissão Europeia Conselho da Europa Contactos Doação e Transplantação Informação Cidadão Doação RENNDA Transplantes Perguntas Frequentes Informação Especializada Atividade Dados Recomendações e Boas Práticas Perguntas Frequentes Informação Especializada formacao Biovigilância Formulários Circulares Normativas e Informativas Legislação Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/dt/dt-informacao-cidadao/dt-transplantes (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Informação Especializada
    Transplantes Perguntas Frequentes Informação Especializada Atividade Dados Recomendações e Boas Práticas Perguntas Frequentes Informação Especializada formacao Biovigilância Formulários Circulares Normativas e Informativas Legislação Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados Nacionais Ser Dador Alteração de Dados Locais de Inscrição Inscrição e Folheto Informativo Não poderei ser Dador se Perguntas Frequentes Contactos Banco Público de Células do Cordão Umbilical Apresentação Doação de Sangue do Cordão Umbilical Documentos Perguntas Frequentes Contactos Medicina Laboratorial Transplantação Área do Sangue Inicio Sistema Português de Hemovigilância Hemovigilância Biovigilância Centro de Sangue e Transplantação de Lisboa Centro de Sangue e Transplantação de Coimbra Centro de Sangue e Transplantação do Porto Profissionais Formação Aplicações IPST Informação e Documentação Dados Estatísticos Espaço Dador de Sangue Ser Dador Sessões de colheita de Sangue Dador pt CEDACE Medula Óssea Área Reservada Promoção da Dádiva de Sangue Como organizar uma sessão de colheita Campanhas Medicina Laboratorial Sangue Perguntas Frequentes Vistos Área Reservada Sessões de colheita de Sangue Ser Dador Contactos IPST IP Legislação Nacional Centros de Sangue e da Transplantação abertos dias 24 e 31 de Dezembro das 8h às 15h Informamos a todos os que pretendam efetuar a sua dádiva de sangue na véspera de Natal ou Ano Novo que os Centros de Sangue e da Transplantação do IPST em Lisboa Av do Brasil IPFA PEI 23rd International Workshop on Surveillance and Screening of Blood Borne Pathogens IPFA PEI 23rd International Workshop on Surveillance and Screening of Blood Borne Pathogens Lisbon Portugal Este workshop terá lugar em Lisboa no Hotel Marriott a 25 e 26 de ESCLARECIMENTO Decreto Lei 83 2013 Seguro do Dador de Sangue ABRANGÊNCIA DO DIPLOMA O diploma prevê o regime de responsabilidade civil independentemente de

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/dt/dt-inf-especializada (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Dados
    de 2015 Colheita e Transplantação de órgãos resumo da atividade de janeiro de 2015 Anterior Seguinte Imprimir Email Inserir critério de pesquisa Área Transplantação Inicio Coordenação Nacional da Transplantação A Coordenação Nacional da Transplantação Missão Orientações Estratégicas Modelo Português Peritos Consultores Colaboradores Externos Internacional Projetos Europeus e Ações Conjuntas Comissão Europeia Conselho da Europa Contactos Doação e Transplantação Informação Cidadão Doação RENNDA Transplantes Perguntas Frequentes Informação Especializada Atividade Dados Recomendações e Boas Práticas Perguntas Frequentes Informação Especializada formacao Biovigilância Formulários Circulares Normativas e Informativas Legislação Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados Nacionais Ser Dador Alteração de Dados Locais de Inscrição Inscrição e Folheto Informativo Não poderei ser Dador se Perguntas Frequentes Contactos Banco Público de Células do Cordão Umbilical Apresentação Doação de Sangue do Cordão Umbilical Documentos Perguntas Frequentes Contactos Medicina Laboratorial Transplantação Área do Sangue Inicio Sistema Português de Hemovigilância Hemovigilância Biovigilância Centro de Sangue e Transplantação de Lisboa Centro de Sangue e Transplantação de Coimbra Centro de Sangue e Transplantação do Porto Profissionais Formação Aplicações IPST Informação e Documentação Dados Estatísticos Espaço Dador de Sangue Ser Dador Sessões de colheita de Sangue Dador pt CEDACE Medula Óssea Área Reservada Promoção da Dádiva de Sangue Como organizar uma sessão de colheita Campanhas Medicina Laboratorial Sangue Perguntas Frequentes Vistos Área Reservada Sessões de colheita de Sangue Ser Dador Contactos IPST IP Legislação Nacional Centros de Sangue e da Transplantação abertos dias 24 e 31 de Dezembro das 8h às 15h Informamos a todos os que pretendam efetuar a sua dádiva de sangue na véspera de Natal ou Ano Novo que os Centros de Sangue e da Transplantação do IPST em Lisboa Av do Brasil IPFA PEI 23rd

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/dt/dt-inf-especializada/dt-dados (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Recomendações e Boas Práticas
    Português Peritos Consultores Colaboradores Externos Internacional Projetos Europeus e Ações Conjuntas Comissão Europeia Conselho da Europa Contactos Doação e Transplantação Informação Cidadão Doação RENNDA Transplantes Perguntas Frequentes Informação Especializada Atividade Dados Recomendações e Boas Práticas Perguntas Frequentes Informação Especializada formacao Biovigilância Formulários Circulares Normativas e Informativas Legislação Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados Nacionais Ser Dador Alteração de Dados Locais de Inscrição Inscrição e Folheto Informativo Não poderei ser Dador se Perguntas Frequentes Contactos Banco Público de Células do Cordão Umbilical Apresentação Doação de Sangue do Cordão Umbilical Documentos Perguntas Frequentes Contactos Medicina Laboratorial Transplantação Área do Sangue Inicio Sistema Português de Hemovigilância Hemovigilância Biovigilância Centro de Sangue e Transplantação de Lisboa Centro de Sangue e Transplantação de Coimbra Centro de Sangue e Transplantação do Porto Profissionais Formação Aplicações IPST Informação e Documentação Dados Estatísticos Espaço Dador de Sangue Ser Dador Sessões de colheita de Sangue Dador pt CEDACE Medula Óssea Área Reservada Promoção da Dádiva de Sangue Como organizar uma sessão de colheita Campanhas Medicina Laboratorial Sangue Perguntas Frequentes Vistos Área Reservada Sessões de colheita de Sangue Ser Dador Contactos IPST IP Legislação Nacional Centros de Sangue e da Transplantação abertos dias 24 e 31 de Dezembro das 8h às 15h Informamos a todos os que pretendam efetuar a sua dádiva de sangue na véspera de Natal ou Ano Novo que os Centros de Sangue e da Transplantação do IPST em Lisboa Av do Brasil IPFA PEI 23rd International Workshop on Surveillance and Screening of Blood Borne Pathogens IPFA PEI 23rd International Workshop on Surveillance and Screening of Blood Borne Pathogens Lisbon Portugal Este workshop terá lugar em Lisboa no Hotel Marriott a 25 e 26

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/dt/dt-inf-especializada/dt-boas-praticas (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Formulários
    a avaliação continua da atividade e dos Coordenadores Hospitalares de Doação CHD permitindo a identificação de oportunidades de melhoria Formulário Imprimir Email Inserir critério de pesquisa Área Transplantação Inicio Coordenação Nacional da Transplantação A Coordenação Nacional da Transplantação Missão Orientações Estratégicas Modelo Português Peritos Consultores Colaboradores Externos Internacional Projetos Europeus e Ações Conjuntas Comissão Europeia Conselho da Europa Contactos Doação e Transplantação Informação Cidadão Doação RENNDA Transplantes Perguntas Frequentes Informação Especializada Atividade Dados Recomendações e Boas Práticas Perguntas Frequentes Informação Especializada formacao Biovigilância Formulários Circulares Normativas e Informativas Legislação Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados Nacionais Ser Dador Alteração de Dados Locais de Inscrição Inscrição e Folheto Informativo Não poderei ser Dador se Perguntas Frequentes Contactos Banco Público de Células do Cordão Umbilical Apresentação Doação de Sangue do Cordão Umbilical Documentos Perguntas Frequentes Contactos Medicina Laboratorial Transplantação Área do Sangue Inicio Sistema Português de Hemovigilância Hemovigilância Biovigilância Centro de Sangue e Transplantação de Lisboa Centro de Sangue e Transplantação de Coimbra Centro de Sangue e Transplantação do Porto Profissionais Formação Aplicações IPST Informação e Documentação Dados Estatísticos Espaço Dador de Sangue Ser Dador Sessões de colheita de Sangue Dador pt CEDACE Medula Óssea Área Reservada Promoção da Dádiva de Sangue Como organizar uma sessão de colheita Campanhas Medicina Laboratorial Sangue Perguntas Frequentes Vistos Área Reservada Sessões de colheita de Sangue Ser Dador Contactos IPST IP Legislação Nacional Centros de Sangue e da Transplantação abertos dias 24 e 31 de Dezembro das 8h às 15h Informamos a todos os que pretendam efetuar a sua dádiva de sangue na véspera de Natal ou Ano Novo que os Centros de Sangue e da Transplantação do IPST em Lisboa Av do

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/dt/dt-inf-especializada/dt-formularios (2016-01-01)
    Open archived version from archive