web-archive-pt.com » PT » I » IPST.PT

Total: 474

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • IPST, IP - Circulares Normativas e Informativas
    ASST de 7 de setembro de 2009 Critérios de exclusão de doação de órgãos Circular Normativa Nº 15 GDG ASST de 7 de setembro de 2009 Normas de Seleção do par dador recetor em homotransplantação com rim de cadáver Circular Normativa Nº 13 GDG ASST de 9 de julho de 2009 Procedimento a adotar para pedidos nacionais de órgãos Circular Normativa Nº 11 GDG ASST de 30 de abril de 2009 Alerta urgente epidemia de vírus H1N1 Circular Normativa Nº 3 GDG ASST de 19 de março de 2009 Ampliação do programa de transplante pancreático Circular Normativa Nº 2 GDG ASST de 19 de março de 2009 Resultados imediatos e reações adversas no transplante Circular Normativa Nº 1 GDG ASST de 18 de março de 2009 Transplante com dador vivo 2008 Circular Normativa Nº 10 GDG ASST de 20 de novembro de 2008 Alerta urgente vírus West Nile e critérios de seleção de dadores de órgãos tecidos sangue e células REVOGADA Circular Normativa Nº 9 GDG ASST de 31 de outubro de 2008 Alerta Urgente sobre implantes ósseos Allomatrix Allomatrix boné Putty and Allomatrix injectable putty Circular Normativa Nº 8 GDG ASST de 31 de outubro de 2008 Alerta urgente vírus West Nile e critérios de seleção de dadores de órgãos tecidos células e sangue REVOGADA Circular Normativa Nº 5 GDG ASST de 30 de abril de 2008 Transplantação renal regras de alocação em caso de transplante multiórgãos critérios de exclusão de dador Circular Normativa Nº 4 GDG ASST de 21 de abril de 2008 Alerta urgente sobre recipientes para conservação de cabeças femorais Circular Normativa Nº 3 GDG ASST de 28 de março de 2008 Epidemia de Dengue Circular Normativa Nº 2 GDG ASST de 21 de janeiro de 2008 Lei n º 22 2007 esclarecimentos Anterior Seguinte Imprimir Email Inserir critério de pesquisa Área Transplantação Inicio Coordenação Nacional da Transplantação A Coordenação Nacional da Transplantação Missão Orientações Estratégicas Modelo Português Peritos Consultores Colaboradores Externos Internacional Projetos Europeus e Ações Conjuntas Comissão Europeia Conselho da Europa Contactos Doação e Transplantação Informação Cidadão Doação RENNDA Transplantes Perguntas Frequentes Informação Especializada Atividade Dados Recomendações e Boas Práticas Perguntas Frequentes Informação Especializada formacao Biovigilância Formulários Circulares Normativas e Informativas Legislação Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados Nacionais Ser Dador Alteração de Dados Locais de Inscrição Inscrição e Folheto Informativo Não poderei ser Dador se Perguntas Frequentes Contactos Banco Público de Células do Cordão Umbilical Apresentação Doação de Sangue do Cordão Umbilical Documentos Perguntas Frequentes Contactos Medicina Laboratorial Transplantação Área do Sangue Inicio Sistema Português de Hemovigilância Hemovigilância Biovigilância Centro de Sangue e Transplantação de Lisboa Centro de Sangue e Transplantação de Coimbra Centro de Sangue e Transplantação do Porto Profissionais Formação Aplicações IPST Informação e Documentação Dados Estatísticos Espaço Dador de Sangue Ser Dador Sessões de colheita de Sangue Dador pt CEDACE Medula Óssea Área Reservada Promoção da Dádiva

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/dt/dt-inf-especializada/dt-cni (2016-01-01)
    Open archived version from archive


  • IPST, IP - Legislação
    nº 14879 2009 de 2 de julho criação do Banco de Células do Cordão Umbilical nas instalações do Centro de Histocompatibilidade do Norte Lei nº 12 2009 de 26 de março estabelece o regime jurídico da qualidade e segurança relativa à dádiva colheita análise processamento preservação armazenamento distribuição e aplicação de tecidos e células de origem humana transpondo para a ordem jurídica interna as Diretivas 2004 23 CE do Parlamento Europeu e do Conselho de 31 de março 2006 17 CE da Comissão de 8 de fevereiro e 2006 86 CE da Comissão de 24 de outubro English version 1 and 2 2008 Despacho nº 19964 2008 de 28 de julho procede à alteração do anexo do Despacho nº 6818 2004 de 10 de março alterado pelo Despacho nº 3069 2005 de 24 de janeiro e pelo Despacho nº 15827 2006 de 23 de junho comparticipação de medicamentos prescritos para a profilaxia da rejeição aguda de transplante renal ou cardíaco alogénico Portaria nº 357 2008 de 9 de maio regulamenta a Rede Nacional de Coordenação de Colheita e Transplantação English version Declaração de Istambul sobre tráfico de órgãos e turismo de transplantação Despacho nº 11420 2008 de 21 de abril alteração do anexo ao Despacho nº 6537 2007 de 3 de abril normas para a seleção do par dador recetor em homotransplantação com rim de cadáver 2007 Despacho nº 26951 2007 de 26 de novembro cria a Entidade de Verificação da Admissibilidade da Colheita para Transplante Lei nº 22 2007 de 29 de junho transpõe parcialmente para a ordem jurídica nacional a Diretiva 2004 23 CE do Parlamento Europeu e do Conselho de 31 de março alterando a Lei nº 12 93 de 22 de abril relativa à colheita e transplante de órgãos e tecidos de origem humana Republica a Lei nº 12 93 de 22 de abril English version Decreto Lei nº 222 2007 de 29 de maio aprova a orgânica das Administrações Regionais de Saúde IP referindo as atribuições e competências dos Centros de Histocompatibilidade do Norte Centro e Sul Despacho nº 6537 2007 de 3 de abril aprova as normas de seleção do par dador recetor em homotransplantação com rim de cadáver 2006 Diretiva 2006 86 CE da Comissão de 24 de outubro de 2006 aplica a Diretiva 2004 23 CE do Parlamento Europeu e do Conselho no que se refere aos requisitos de rastreabilidade à notificação de reações e incidentes adversos graves e a determinados requisitos técnicos para a codificação processamento preservação armazenamento e distribuição de tecidos e células de origem humano Despacho nº 6155 2006 de 15 de março procede à atualização dos montantes de financiamento a atribuir aos serviços e instituições do Serviço Nacional de Saúde SNS que praticam atos de colheita e transplante de órgãos English version Diretiva 2006 17 CE da Comissão de 8 de fevereiro de 2006 aplica a Diretiva 2004 23 CE do Parlamento Europeu e do Conselho no que respeita a determinados requisitos técnicos aplicáveis à dádiva colheita e

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/dt/dt-inf-especializada/dt-legislacao (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Link's Úteis
    Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados Nacionais Ser Dador Alteração de Dados Locais de Inscrição Inscrição e Folheto Informativo Não poderei ser Dador se Perguntas Frequentes Contactos Banco Público de Células do Cordão Umbilical Apresentação Doação de Sangue do Cordão Umbilical Documentos Perguntas Frequentes Contactos Medicina Laboratorial Transplantação Área do Sangue Inicio Sistema Português de Hemovigilância Hemovigilância Biovigilância Centro de Sangue e Transplantação de Lisboa Centro de Sangue e Transplantação de Coimbra Centro de Sangue e Transplantação do Porto Profissionais Formação Aplicações IPST Informação e Documentação Dados Estatísticos Espaço Dador de Sangue Ser Dador Sessões de colheita de Sangue Dador pt CEDACE Medula Óssea Área Reservada Promoção da Dádiva de Sangue Como organizar uma sessão de colheita Campanhas Medicina Laboratorial Sangue Perguntas Frequentes Vistos Área Reservada Sessões de colheita de Sangue Ser Dador Contactos IPST IP Legislação Nacional Centros de Sangue e da Transplantação abertos dias 24 e 31 de Dezembro das 8h às 15h Informamos a todos os que pretendam efetuar a sua dádiva de sangue na véspera de Natal ou Ano Novo que os Centros de Sangue e da Transplantação do IPST em Lisboa Av do Brasil IPFA PEI 23rd International Workshop on Surveillance and Screening of Blood Borne Pathogens IPFA PEI 23rd International Workshop on Surveillance and Screening of Blood Borne Pathogens Lisbon Portugal Este workshop terá lugar em Lisboa no Hotel Marriott a 25 e 26 de ESCLARECIMENTO Decreto Lei 83 2013 Seguro do Dador de Sangue ABRANGÊNCIA DO DIPLOMA O diploma prevê o regime de responsabilidade civil independentemente de culpa para o dador que após aprovação clínica realiza a sua dádiva de sangue To Plasma Esclarecimento Plasma Esclarecimento 2015 06 17 Programa

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/dt/dt-links (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Banco de Tecidos
    ao disposto na Portaria n º 165 2012 de 22 de Maio As atividades desenvolvidas pelo BT regem se pela Lei n º 12 2009 de 26 de Março lei que transpôs para a legislação nacional as Directivas Europeias associadas a esta atividade e pelas boas práticas internacionais associadas à manipulação de tecidos humanos O BT conta com profissionais experientes no processamento análise e preservação de tecidos humanos provenientes de dadores vivos resíduos cirúrgicos e de dadores cadáveres O Banco de Tecidos do IPST é um banco multitecidular que prepara e distribui diferentes tipos de tecidos designadamente cardiovascular válvulas cardíacas aórtica e pulmonar e segmentos vasculares artérias e veias músculo esquelético osso cortical esponjoso cortico esponjoso osteocondral tendão menisco e fáscia lata pele membrana amniótica para oftalmologia cirurgia plástica tratamento de queimados Da atividade do BT beneficiam portanto pacientes de diferentes especialidades médico cirúrgicas nomeadamente cirurgia cardiovascular cirurgia ortopédica cirurgia plástica e reconstrutiva oftalmologia etc Imprimir Email Inserir critério de pesquisa Área Transplantação Inicio Coordenação Nacional da Transplantação A Coordenação Nacional da Transplantação Missão Orientações Estratégicas Modelo Português Peritos Consultores Colaboradores Externos Internacional Projetos Europeus e Ações Conjuntas Comissão Europeia Conselho da Europa Contactos Doação e Transplantação Informação Cidadão Doação RENNDA Transplantes Perguntas Frequentes Informação Especializada Atividade Dados Recomendações e Boas Práticas Perguntas Frequentes Informação Especializada formacao Biovigilância Formulários Circulares Normativas e Informativas Legislação Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados Nacionais Ser Dador Alteração de Dados Locais de Inscrição Inscrição e Folheto Informativo Não poderei ser Dador se Perguntas Frequentes Contactos Banco Público de Células do Cordão Umbilical Apresentação Doação de Sangue do Cordão Umbilical Documentos Perguntas Frequentes Contactos Medicina Laboratorial Transplantação Área do Sangue Inicio Sistema Português de Hemovigilância Hemovigilância Biovigilância Centro de Sangue e Transplantação de Lisboa Centro de Sangue e Transplantação de Coimbra Centro de Sangue e Transplantação do Porto Profissionais Formação Aplicações IPST Informação e Documentação Dados Estatísticos Espaço Dador de Sangue Ser Dador Sessões de colheita de Sangue Dador pt CEDACE Medula Óssea Área Reservada Promoção da Dádiva de Sangue Como organizar uma sessão de colheita Campanhas Medicina Laboratorial Sangue Perguntas Frequentes Vistos Área Reservada Sessões de colheita de Sangue Ser Dador Contactos IPST IP Legislação Nacional Centros de Sangue e da Transplantação abertos dias 24 e 31 de Dezembro das 8h às 15h Informamos a todos os que pretendam efetuar a sua dádiva de sangue na véspera de Natal ou Ano Novo que os Centros de Sangue e da Transplantação do IPST em Lisboa Av do Brasil IPFA PEI 23rd International Workshop on Surveillance and Screening of Blood Borne Pathogens IPFA PEI 23rd International Workshop on Surveillance and Screening of Blood Borne Pathogens Lisbon Portugal Este workshop terá lugar em Lisboa no Hotel Marriott a 25 e 26 de ESCLARECIMENTO Decreto Lei 83 2013 Seguro do Dador de Sangue ABRANGÊNCIA DO DIPLOMA O diploma prevê o regime de responsabilidade civil independentemente

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/bt (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Tecidos
    um Banco de Tecidos de referência europeia TSF Transplant Services Foundation Barcelona com o qual celebrou um protocolo de colaboração Pele O grande queimado nem sempre dispõe de pele necessária ao revestimento imediato das áreas queimadas A pele de cadáver é essencialmente usada em queimaduras extensas do 2º e 3º grau A sua aplicação promove a formação de tecido de granulação que permite posteriormente a aplicação de autoenxertos O aloenxerto desempenha também um papel importante como barreira fisiológica contra a infeção diminuindo ainda a fuga plasmática e a perda calórica Permitirá ao paciente atravessar nas melhores condições esta fase aguda da sua evolução assim como possibilita às zonas dadoras de autoenxertos o tempo necessário para a sua regeneração Após processamento os enxertos são mantidos por 5 anos a cerca de 150 C ou preservados em glicerol a cerca de 4 C por 5 anos Membrana Amniótica A membrana amniótica é a camada mais interna das membranas fetais formada por uma única camada de células epiteliais semelhantes às da epiderme dispostas sobre uma espessa membrana basal e uma matriz extra celular avascular de tecido conectivo estroma Esta matriz é constituída essencialmente por fibras de colagénio tipos I III IV V e VII por elastina laminina e fibronetina As propriedades biológicas únicas da membrana amniótica favorecem a epitelização dos tecidos lesados além de reduzirem a inflamação a dor e a formação de cicatrizes Estas reconhecidas propriedades biológicas associadas às suas características estruturais e físicas particulares explicam a sua vasta aplicação clínica em oftalmologia e cirurgia plástica e reconstrutiva nomeadamente no tratamento de queimados O processo de preparação de membrana amniótica seguido no Banco de Tecidos induz a inativação das células epiteliais preservando a integridade da matriz extra celular Esta matriz em virtude da sua composição constitui um excelente suporte para as células que migram do tecido saudável circundante à zona lesada e sobre a qual foi colocado o enxerto de membrana amniótica Como resíduo cirúrgico de dador vivo as placentas a partir das quais se prepara a membrana amniótica são obtidas após consentimento informado de mulheres maiores de idade saudáveis com gravidez vigiada e programadas para cesariana eletiva Tecido Ocular Córneas Atualmente a atividade desenvolvida neste âmbito pelo BT do IPST limita se à importação de tecido ocular proveniente de Bancos de Córneas de Estados Membros e à sua distribuição a unidades de aplicação públicas e privadas autorizadas a realizar o transplante deste tecido Imprimir Email Inserir critério de pesquisa Área Transplantação Inicio Coordenação Nacional da Transplantação A Coordenação Nacional da Transplantação Missão Orientações Estratégicas Modelo Português Peritos Consultores Colaboradores Externos Internacional Projetos Europeus e Ações Conjuntas Comissão Europeia Conselho da Europa Contactos Doação e Transplantação Informação Cidadão Doação RENNDA Transplantes Perguntas Frequentes Informação Especializada Atividade Dados Recomendações e Boas Práticas Perguntas Frequentes Informação Especializada formacao Biovigilância Formulários Circulares Normativas e Informativas Legislação Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/bt/bt-tecidos (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - A Nossa Atividade
    as características e a segurança dos produtos Ao longo de todo o processamento são efetuadas análises de controlo assegurando desta forma a qualidade dos tecidos processados Armazenamento e preservação de tecidos A preservação dos tecidos permite criar um stock que visa dar resposta às necessidades dos cirurgiões a situações clínicas específicas incluindo situações urgentes Consoante o tipo de tecidos e o seu processamento os produtos são preservados de forma a manter a sua qualidade e características funcionais Tecido Condições de preservação Válvulas Cardíacas Criopreservadas 150ºC por 5 anos Vasos Criopreservados 150ºC por 5 anos Osso e Fragmentos ósseos Congelado 80ºC por 5 anos Liofilizado Temperatura ambiente por 5 anos Menisco Congelado 80ºC por 5 anos Tendões Congelado 80ºC por 5 anos Pele Criopreservada 150ºC por 5 anos Em Glicerol 4ºC por 5 anos Membrana Amniótica Criopreservada 80ºC por 5 anos Córneas Córneas de cultura são mantida a 31ºC por um período máximo de 30 dias Importação de Tecidos Os tecidos importados visam dar resposta às necessidades em tecidos para os quais Portugal não é auto suficiente Atualmente o BT do IPST é a única entidade nacional autorizada a importar tecidos de outros Estados Membros Os tecidos importados tem origem em BT certificados de acordo com as Diretivas Europeias assegurando assim a qualidade e segurança dos produtos recebidos e distribuídos em território nacional Bancos Europeus que colaboram com o BT do IPST TSF Transplant Services Foundation Banco de Tejidos de Catalunya Fondazione Banca Degli Occhi del Veneto Onlus Banque de Cellules et Tissus Les Hospices Civils de Lyon Distribuição de tecidos para aplicação O BT do IPST distribui tecidos a unidades de aplicação autorizadas pela Autoridade Competente A distribuição por rotina às diferentes instituições públicas e privadas é precedida da celebração de um protocolo de colaboração Este protocolo constitui um requisito legal e permite assegurar a rastreabilidade e biovigilância de todos os tecidos distribuídos pelo BT Situações urgentes e ou pontuais podem ser equacionadas salvaguardando no entanto a necessidade de emissão de uma autorização extraordinária por parte da Autoridade Competente e a necessidade de cumprimento dos requisitos técnicos definidos e comunicados pelo BT à unidade de aplicação Imprimir Email Inserir critério de pesquisa Área Transplantação Inicio Coordenação Nacional da Transplantação A Coordenação Nacional da Transplantação Missão Orientações Estratégicas Modelo Português Peritos Consultores Colaboradores Externos Internacional Projetos Europeus e Ações Conjuntas Comissão Europeia Conselho da Europa Contactos Doação e Transplantação Informação Cidadão Doação RENNDA Transplantes Perguntas Frequentes Informação Especializada Atividade Dados Recomendações e Boas Práticas Perguntas Frequentes Informação Especializada formacao Biovigilância Formulários Circulares Normativas e Informativas Legislação Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados Nacionais Ser Dador Alteração de Dados Locais de Inscrição Inscrição e Folheto Informativo Não poderei ser Dador se Perguntas Frequentes Contactos Banco Público de Células do Cordão Umbilical Apresentação Doação de Sangue do Cordão Umbilical Documentos Perguntas Frequentes Contactos Medicina Laboratorial Transplantação Área do Sangue Inicio

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/bt/bt-atividade (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Contactos
    Especializada Atividade Dados Recomendações e Boas Práticas Perguntas Frequentes Informação Especializada formacao Biovigilância Formulários Circulares Normativas e Informativas Legislação Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados Nacionais Ser Dador Alteração de Dados Locais de Inscrição Inscrição e Folheto Informativo Não poderei ser Dador se Perguntas Frequentes Contactos Banco Público de Células do Cordão Umbilical Apresentação Doação de Sangue do Cordão Umbilical Documentos Perguntas Frequentes Contactos Medicina Laboratorial Transplantação Área do Sangue Inicio Sistema Português de Hemovigilância Hemovigilância Biovigilância Centro de Sangue e Transplantação de Lisboa Centro de Sangue e Transplantação de Coimbra Centro de Sangue e Transplantação do Porto Profissionais Formação Aplicações IPST Informação e Documentação Dados Estatísticos Espaço Dador de Sangue Ser Dador Sessões de colheita de Sangue Dador pt CEDACE Medula Óssea Área Reservada Promoção da Dádiva de Sangue Como organizar uma sessão de colheita Campanhas Medicina Laboratorial Sangue Perguntas Frequentes Vistos Área Reservada Sessões de colheita de Sangue Ser Dador Contactos IPST IP Legislação Nacional Centros de Sangue e da Transplantação abertos dias 24 e 31 de Dezembro das 8h às 15h Informamos a todos os que pretendam efetuar a sua dádiva de sangue na véspera de Natal ou Ano Novo que os Centros de Sangue e da Transplantação do IPST em Lisboa Av do Brasil IPFA PEI 23rd International Workshop on Surveillance and Screening of Blood Borne Pathogens IPFA PEI 23rd International Workshop on Surveillance and Screening of Blood Borne Pathogens Lisbon Portugal Este workshop terá lugar em Lisboa no Hotel Marriott a 25 e 26 de ESCLARECIMENTO Decreto Lei 83 2013 Seguro do Dador de Sangue ABRANGÊNCIA DO DIPLOMA O diploma prevê o regime de responsabilidade civil independentemente de culpa para o dador

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/bt/bt-contatos (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - História e Dados Nacionais
    Dezembro de 2003 estavam já inscritos 6 133 e hoje são mais de 190 mil sendo o segundo maior registo da Europa por milhão de habitante e um dos maiores do mundo Neste percurso o CEDACE não está só Deve ser referido o apoio do Ministério da Saúde que suportou o esforço financeiro envolvido neste crescimento A APCL a Associação Portuguesa Contra a Leucemia também percorreu de mãos dadas com o CEDACE este caminho ajudando o CEDACE e os Centros Dadores das mais variadas formas A APCL financiou tipagens pagou equipamentos e paga a pessoal que trabalha nos Centros Dadores nas mais variadas atividades sendo por isso um dos pilares que teve na base do crescimento do nosso Registo o qual deve ser hoje motivo de orgulho para todos nós e segurança para os doentes Para este êxito temos tido muitos parceiros e entre eles devem ser referidos os grupos e associações de Dadores de Sangue que desde a primeira hora nos deram grande apoio e também grupos e associações de cidadãos anónimos que por todo o país organizaram locais onde os Centros de Dadores iam recrutar mais dadores e que não conseguimos aqui referir Mais recentemente a Associação Inês Botelho criada em 2008 também se juntou à nossa causa promovendo a necessidade de recrutamento de mais dadores Podemos dizer que somos muitos a contribuir para esta causa tão nobre mas deve aqui ser deixada uma palavra especial para os grandes motores da atividade e esses são os três Centros de Histocompatibilidade que pela forma como se organizaram e coordenaram e pelo esforço das suas equipas construíram em conjunto o que é hoje o CEDACE Atualidade Desde Agosto de 2012 o CEDACE o Banco Público de Células do Cordão Umbilical BPCCU e os três Centro de Histocompatibilidade foram integrados na orgânica do IPST dando cumprimento ao disposto na Portaria n º 165 2012 de 22 de maio Atualmente dispomos de mais de 350 000 potenciais dadores inscritos no CEDACE traduzindo se na realização de 565 transplantes de progenitores hematopoiéticos efetuados com células doadas por dadores nacionais a doentes de todo o mundo Dados Nacionais 2013 Poderá ainda consultar o relatório completo das Atividades com Progenitores Hematopoiéticos em 2013 Imprimir Email Inserir critério de pesquisa Área Transplantação Inicio Coordenação Nacional da Transplantação A Coordenação Nacional da Transplantação Missão Orientações Estratégicas Modelo Português Peritos Consultores Colaboradores Externos Internacional Projetos Europeus e Ações Conjuntas Comissão Europeia Conselho da Europa Contactos Doação e Transplantação Informação Cidadão Doação RENNDA Transplantes Perguntas Frequentes Informação Especializada Atividade Dados Recomendações e Boas Práticas Perguntas Frequentes Informação Especializada formacao Biovigilância Formulários Circulares Normativas e Informativas Legislação Investigação e Desenvolvimento Link s Úteis Organização Internacionais Sociedades Cientificas Outros Banco de Tecidos Apresentação Tecidos A Nossa Atividade Perguntas Frequentes Contactos CEDACE Medula Óssea Apresentação História e Dados Nacionais Ser Dador Alteração de Dados Locais de Inscrição Inscrição e Folheto Informativo Não poderei ser Dador se Perguntas Frequentes Contactos Banco Público de Células do Cordão Umbilical Apresentação Doação de Sangue do Cordão

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/cedace-mo/cedace-hist-dados (2016-01-01)
    Open archived version from archive