web-archive-pt.com » PT » I » IPST.PT

Total: 474

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • IPST, IP - O que é o sangue do cordão umbilical?
    da placenta e no cordão umbilical habitualmente rejeitado mas que pode ser colhido após o nascimento O sangue do cordão umbilical é rico em células que por se apresentarem num estado muito imaturo têm uma elevada capacidade de se dividirem

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/bpccu/bpccu-faqs/110-o-que-e-o-sangue-do-cordao-umbilical?tmpl=component&print=1&page= (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - O que são células progenitoras hematopoiéticas?
    hematopoiéticas O que são células progenitoras hematopoiéticas As células progenitoras hematopoiéticas são as células estaminais com potencial para dar origem a todos os tipos de células sanguíneas Este tipo de células está presente na medula óssea no sangue periférico e

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/bpccu/bpccu-faqs/229-o-que-sao-celulas-progenitoras-hematopoieticas?tmpl=component&print=1&page= (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Para que serve o sangue do cordão umbilical?
    realização de um transplante de qualquer doente do mundo que dele precise e que seja compatível O sangue do cordão umbilical dadas as características das suas células é utilizado para o tratamento de vários tipos de doenças Este tipo de células é atualmente utilizado no tratamento de doentes com diferentes tipos de cancro tais como leucemias linfomas e outras doenças associadas ao sangue ou ao sistema imunitário Em caso de

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/bpccu/bpccu-faqs/230-para-que-serve-o-sangue-do-cordao-umbilical?tmpl=component&print=1&page= (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - As células progenitoras hematopoiéticas presentes no sangue do cordão umbilical são diferentes das células progenitoras hematopoiéticas presentes na medula óssea e no sangue periférico?
    são diferentes das células progenitoras hematopoiéticas presentes na medula óssea e no sangue periférico Existem evidências que as células progenitoras hematopoiéticas presentes no sangue do cordão umbilical não exigem um grau de compatibilidade dador recetor tão elevado como para o transplante de células de medula óssea ou de sangue periférico uma vez que estas células se encontram num estado precoce de maturação Este facto sugere que transplantes realizados com unidades

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/bpccu/bpccu-faqs/231-as-celulas-progenitoras-hematopoieticas-presentes-no-sangue-do-cordao-umbilical-sao-diferentes-das-celulas-progenitoras-hematopoieticas-presentes-na-medula-ossea-e-no-sangue-periferico?tmpl=component&print=1&page= (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Como é efetuada a pesquisa de unidades de sangue do cordão compatíveis com os doentes que requerem transplante?
    ou de Sangue do Cordão CEDACE onde são dirigidos os pedidos de dadores pelos centros de transplantação e serviços hospitalares de Hematologia Por sua vez o CEDACE mantém um intercâmbio permanente com os registos internacionais de dadores Assim quando doa sangue do cordão umbilical o BPCCU efetua uma caracterização tipagem dos antigénios leucocitários humanos HLA Human leukocyte antigen da unidades de sangue de cordão adequada para determinar a compatibilidade match entre o doente e a unidade de sangue do cordão umbilical Os antigénios do sistema HLA são proteínas presentes na grande maioria das células que constituem o corpo humano que o sistema imunitário utiliza como marcadores para reconhecer as suas próprias células Uma elevada compatibilidade HLA entre o doente e a unidade a transplantar reduz significativamente o risco do sistema imunitário do doente destruir as células do dador e por outro lado diminui a probabilidade de reação das células do dador contra as células do doente transplantado As unidades de sangue do cordão do BPCCU uma vez registadas no CEDACE e armazenadas são especialmente selecionadas quando Não está disponível um dador adulto com uma compatibilidade adequada para o doente A unidade de sangue de cordão umbilical não necessita de um

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/bpccu/bpccu-faqs/232-como-e-efetuada-a-pesquisa-de-unidades-de-sangue-do-cordao-compativeis-com-os-doentes-que-requerem-transplante?tmpl=component&print=1&page= (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Porque não é viável a colheita autóloga?
    e uma vez diagnosticadas tornam as unidades inúteis para serem utilizadas pelo próprio ou por qualquer outra criança ou doente que necessite deste tipo de tratamento No que concerne o sangue armazenado em bancos privados para uso exclusivo do próprio ou em alguns casos de familiares diretos irmãos como referido anteriormente não há possibilidade de utilizar o sangue próprio em muitas das doenças em que há indicação para transplante como

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/bpccu/bpccu-faqs/233-porque-nao-e-viavel-a-colheita-autologa?tmpl=component&print=1&page= (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Se a doença se manifestar em idade adulta a unidade de SCU pode ser usada?
    a unidade de SCU pode ser usada A quantidade de células que se consegue colher numa unidade de sangue do cordão é relativamente pequena e para crianças mais velhas e com mais peso as unidades armazenadas não possuem um número suficiente de células e torna se necessário recorrer a outros dadores compatíveis Esta busca por um dador compatível é possível através da pesquisa em bases de dados partilhadas pelos Bancos

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/bpccu/bpccu-faqs/234-se-a-doenca-se-manifestar-em-idade-adulta-a-unidade-de-scu-pode-ser-usada?tmpl=component&print=1&page= (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • IPST, IP - Qual o futuro em termos de possíveis indicações terapêuticas das unidades com baixa celularidade?
    utilizadas para a potencial produção de terapias avançadas As terapias avançadas pressupõem frequentemente um passo de expansão celular cultura celular que visa o aumento do número de células A produção destas terapêuticas é considerado como terapia avançada e em Portugal é regulada pelo Infarmed IP Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde I P que define para a produção destas terapias requisitos da industria farmacêutica muito rigorosos que apenas

    Original URL path: http://ipst.pt/index.php/bpccu/bpccu-faqs/235-qual-o-futuro-em-termos-de-possiveis-indicacoes-terapeuticas-das-unidades-com-baixa-celularidade?tmpl=component&print=1&page= (2016-01-01)
    Open archived version from archive



  •