web-archive-pt.com » PT » I » ISCTE-IUL.PT

Total: 194

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • Dicção / articulação de palavras - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
    a pergunta que pretende Clique aqui para pesquisar perguntas Se pretende fazer uma nova pergunta clique aqui Perguntas Recentes Ver Todas O significado da sigla SMIDME num vitral do Palácio da Pena Sintra Portugal Bicos de rouxinóis Como abreviar a referência ao género feminino e ao plural em nomes e adjetivos Independentemente advérbio com complemento Rimas interpolada e cruzada num poema de Fernando Pessoa Nomes não deverbais com complemento O

    Original URL path: https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/diccao--articulacao-de-palavras/8299 (2015-11-28)
    Open archived version from archive


  • O "s" beirão - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
    pronúncia tradicional de Castela a Velha Note se que não é o que se ouve na maioria dos diale c tos da Andaluzia e da América Sul onde o s é idêntico ou semelhante ao que é pronunciado em Lisboa ou no Rio de Janeiro em início e meio de palavra p ex s apo pass ar 2 O s beirão existe também nos falares de Trás os Montes ao lado do outro s chamado predorsal Como já disse aqui os falares do Nordeste de Portugal apresentam um contraste entre as fricativas apicais e as fricativas predorsais o s apical surdo de isso demonstrativo e de sinto verbo sentir não é igual ao ç predorsal surdo de iço verbo içar ou ao c de cinto o s apical sonoro de coser não é igual ao z predorsal sonoro de cozer Trata se de um contraste que de algum modo conserva outro ainda mais antigo entre fricativas apicais e africadas no galego português 3 O galego português já possuía as apicais surda e sonora Só mais tarde depois do século XVI se foi impondo a articulação predorsal que é hoje a dos padrões português e brasileiro Para ouvir o s beirão aconselho a consulta da página sobre diale c tos portugueses disponível no Instituto Camões Carlos Rocha 12 de novembro de 2007 12 nov 2007 Campos Linguísticos Pronúncia Fenómenos fonéticos Os conteúdos disponibilizados neste sítio estão licenciados pela Creative Commons FAÇA O SEU DONATIVO Respostas Consultório Correio Erros mais frequentes Perguntas Não encontra a pergunta que pretende Clique aqui para pesquisar perguntas Se pretende fazer uma nova pergunta clique aqui Textos Relacionados A propósito de dicção norma padrão e regionalismos O nosso idioma 2015 11 20 Boa dicção e pronúncia regional Correio 2015 11 20 Perguntas Recentes Ver Todas O significado

    Original URL path: https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-s-beirao/21969 (2015-11-28)
    Open archived version from archive

  • A troca do B pelo V = Betacismo - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
    e v Nas zonas onde existe esta inexistência dialectos setentrionais há apenas um único fonema b com duas realizações b fricatizado em posição intervocálica e nos restantes contextos b oclusivo sem fricatização Anabela Ribeiro Estudante Portugal 1K Agradeço ter me dado a conhecer o nome do fenómeno troca do b pelo v pois não conhecia a designação betacismo F V Peixoto da Fonseca 4 de fevereiro de 2005 4 fev 2005 Os conteúdos disponibilizados neste sítio estão licenciados pela Creative Commons FAÇA O SEU DONATIVO Respostas Consultório Correio Erros mais frequentes Perguntas Não encontra a pergunta que pretende Clique aqui para pesquisar perguntas Se pretende fazer uma nova pergunta clique aqui Textos Relacionados A propósito de dicção norma padrão e regionalismos O nosso idioma 2015 11 20 Boa dicção e pronúncia regional Correio 2015 11 20 Troca do v pelo b Consultório 2001 04 05 Perguntas Recentes Ver Todas O significado da sigla SMIDME num vitral do Palácio da Pena Sintra Portugal Bicos de rouxinóis Como abreviar a referência ao género feminino e ao plural em nomes e adjetivos Independentemente advérbio com complemento Rimas interpolada e cruzada num poema de Fernando Pessoa Nomes não deverbais com complemento O contraste semântico

    Original URL path: https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-troca-do-b-pelo-v--betacismo/13719 (2015-11-28)
    Open archived version from archive

  • Erros inadmissíveis na TVI - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
    para que haja um pouco mais de cuidado com a Língua Portuguesa subscrevo me Ângelo Vaz Portugal 1K Os conteúdos disponibilizados neste sítio estão licenciados pela Creative Commons FAÇA O SEU DONATIVO Respostas Consultório Correio Erros mais frequentes Mensagens Recentes Ver Todas Boa dicção e pronúncia regional Erros inadmissíveis na TVI Parabéns pelo novo visual Ainda o Ciberdúvidas e o Acordo Ortográfico A etimologia mandada para as urtigas Ainda sobre

    Original URL path: https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/correio/erros-inadmissiveis-na-tvi/33496 (2015-11-28)
    Open archived version from archive

  • Parabéns pelo novo visual - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
    Portuguesa 15 de junho de 2015 15 jun 2015 Os conteúdos disponibilizados neste sítio estão licenciados pela Creative Commons FAÇA O SEU DONATIVO Respostas Consultório Correio Erros mais frequentes Mensagens Recentes Ver Todas Boa dicção e pronúncia regional Erros inadmissíveis na TVI Parabéns pelo novo visual Ainda o Ciberdúvidas e o Acordo Ortográfico A etimologia mandada para as urtigas Ainda sobre a etimologia de menino Manuais de Português como Língua

    Original URL path: https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/correio/parabens-pelo-novo-visual/33495 (2015-11-28)
    Open archived version from archive

  • Ainda o Ciberdúvidas e o Acordo Ortográfico - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
    estão a ser seguidas seja nos organismos oficiais seja nas maiores empresas do setor privado nas legendas do cinema e da televisão assim como pelas principais editoras e órgãos de informação 3 Por lei são elas que vigoram não fazendo pois qualquer sentido a invocação de que quem escreve conforme o Acordo Ortográfico escreve com erros ortográficos Ainda por cima vindo de quem escreve o arrevesado acima exposto 4 Seguindo no entanto as novas regras ortográficas o Ciberdúvidas tem também entre os seus consultores quem não as siga com total liberdade para escrever segundo a anterior grafia E não deixou nunca também nesse campo de cumprir os preceitos que segue desde a sua criação há 18 anos em toda e qualquer matéria mais controversa respeitante à língua portuguesa a separação clara entre informação e opinião 5 Precisamente por isso o Ciberdúvidas tem em arquivo permanentemente disponível em rubrica para tal criada como em nenhum outro espaço na Internet ou noutro qualquer suporte tanto e tão diversificado material do que se foi publicando nos últimos 20 anos sobre o Acordo Ortográfico de 1990 pró contra de natureza meramente informativa ou com distanciamento reflexivo 6 Só não entende esta posição quem no afã extremista das suas próprias opiniões quereria que o Ciberdúvidas deixasse de ser o que é um espaço ao mesmo tempo de esclarecimento informação reflexão e polémica sobre a língua portuguesa e não apenas na perspetiva de Portugal mas de todos os oito países de fala comum e se prestasse de algum modo à instrumentalização desta ou daquela campanha 7 Seja contra ou a favor do Acordo Ortográfico a TLEBS as Metas Curriculares ou qualquer outra querela da área da língua mais ou menos extremada nunca o Ciberdúvidas alienará os seus princípios e razão de ser Custe nos o que

    Original URL path: https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/correio/ainda-o-ciberduvidas-e-o-acordo-ortografico/33493 (2015-11-28)
    Open archived version from archive

  • «A etimologia mandada "para as urtigas"» - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
    das novas grafias aumenta a distância por vezes para o infinito entre aqueles radicais etimologicamente reconhecíveis como associados às respectivas figuras de pensamento e a grafia acordatícia Com essas novas grafias como se vai explicar à juventude e de modo coerentemente lógico esta íntima relação entre língua frases palavras principalmente palavras e o pensamento o raciocínio a abstracção o conceptual o relacional etc Parece me que a nossa língua assim se aproximará de um conjunto de termos que simplesmente se decoram memorizam como se memorizam os algarismos por exemplo e assim se perde algo de muito humano a linguagem enquanto pensamento expresso Armando Simões Braga Portugal 5K Vejam se os seguintes textos relacionados com o tema abordado pelo consulente a quem agradecemos História da Ortografia do Português A Ortografia Nacional segundo Gonçalves Viana Revisitar as origens da língua o universo de pertença Reformas e acordos ortográficos em Portugal Do étimo às mudanças na ortografia A língua e o Acordo Ortográfico Reforma ortográfica torna escrita mais simples Obrigatoriamente facultativo o FIM DA ORTOGRAFIA Ciberdúvidas da Língua Portuguesa 17 de abril de 2015 17 abr 2015 Os conteúdos disponibilizados neste sítio estão licenciados pela Creative Commons FAÇA O SEU DONATIVO Respostas Consultório

    Original URL path: https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/correio/a-etimologia-mandada-para-as-urtigas/33447 (2015-11-28)
    Open archived version from archive

  • Ainda sobre a etimologia de menino - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
    Pero Garcia d Ambroa o beesteiro com era mininho non catou quando s achou nos colhões 331 20 Criado servo D Pedro de Portugal e disse me un seu mininho que ben certo foss eu disto 328 11 MENINHO menino Estevan da Guarda pero parece menin h o parar se quer a tod alvoroço 116 4 adj adx juvenil Afonso Soarez pero x el é mancebo quer x ela mais meninho 67 2 7 12 17 Servo mancebo Pedr Amigo de Sevilha e log un seu meninho troux o lume na mão 322 10 Na alta Idade Média os servos chamavam se também pueri designação mais tarde substituída por mancipii mancebos Os termos meninho moço são os correspondentes vulgares dessas formas latinas aplicadas a serviçais ainda jovens Em M Rodrígues Lapa Cantigas d escarnho e de mal dizer dos cancioneiros medievais galego portugueses Vigo Galaxia Vocabulário galego português pp 1 111 Por razões óbvias em português foi conservada sempre a forma ortográfica com nh dígrafo de origem occitana introduzido em Portugal no século XIII A ortografia galega não foi estandarizada oficialmente sobre o modelo português porque a Galiza estava já sob o domínio de Castela e do castelhano Não obstante há um certo uso medieval das grafias nh e lh juntamente com ñ e ll finalmente reforçada esta opção pela coincidência com o castelhano língua imposta para a administração na Galiza e única língua de cultura no mínimo desde o século XV momento em que o galego deixa de ser escrito Portanto mininho e meninho são termos antigos galego portugueses conservados como apelidos na Galiza Um exemplo sou eu que me chamo Alberto Mininho Castinheira Por sua parte em Portugal não se conservam como apelidos e como substantivo comum evoluíram para a forma moderna menino com o significado de 1

    Original URL path: https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/correio/ainda-sobre-a-etimologia-de-menino/33418 (2015-11-28)
    Open archived version from archive