web-archive-pt.com » PT » P » PAVCONHECIMENTO.PT

Total: 975

Choose link from "Titles, links and description words view":

Or switch to "Titles and links view".
  • Pavilhão do Conhecimento
    Portuguesa módulos Toca na mola Exploratorium Este espelho escondido cria uma imagem tão real que és levado a tocar lhe Vê e faz Toca na mola Aponta a lanterna para os anéis da mola O que acontece Como já deves ter descoberto não há qualquer mola na janela Há apenas a imagem de uma mola Escondidos dentro desta caixa estão um espelho grande e uma mola de metal O espelho que é curvado como a concha de uma colher projecta a imagem da mola pela abertura frontal da caixa O resultado é uma imagem que podes ver mas não tocar O diagrama mostra como isto acontece A luz bate na verdadeira mola e espalha se em todas as direcções Parte desta luz é reflectida pelo espelho A curvatura do espelho faz com que os raios de luz reflectidos se reunam de forma a passar pela janelinha criando a imagem de uma mola Quando os teus olhos vêem esta luz não tens forma de saber se estás a ver uma mola a sério ou apenas a sua imagem O mesmo acontece quando apontas a lanterna à imagem da mola A luz da lanterna entra na caixa e reflecte se no espelho

    Original URL path: http://www2.pavconhecimento.pt/exposicoes/modulos/index.asp?accao=showmodulo&id_exp_modulo=97&id_exposicao=2 (2016-01-01)
    Open archived version from archive


  • Pavilhão do Conhecimento
    permite apenas a passagem de duas cores o verde e o amarelo A luz amarela vem da fotografia A A luz verde vem da fotografia B A luz branca atrás da fotografia B é feita de todas as cores do arco íris O plástico verde deixa passar a porção verde desta luz branca No entanto quando olhas através do plástico verde não vês apenas verde amarelo ou verde amarelado Os teus olhos criam todo o espectro O teu sistema óptico tem tendência a associar a cor branca à cor mais clara do teu campo de visão ainda que não te chegue aos olhos qualquer luz branca Nesta cena as tampas dos frascos são um dos pormenores mais vistosos portanto aparecem brancos As tampas dos frascos deixam passar mais luz verde e amarela que qualquer outro objecto Olha agora para os tomates Repara que são transparentes na fotografia A mas escuros na fotografia B Os tomates claros da fotografia A deixam passar muita luz amarela que atinge os teus olhos Os tomates escuros da fotografia B deixam passar pouca luz verde As outras coisas deixam passar quantidades diferentes de luz verde e amarela Neste módulo os teus olhos e o teu cérebro associam cores aos objectos comparando a quantidade relativa de luz amarela e verde que emana de cada objecto Os investigadores não sabem ao certo porque vemos as cores que vemos O teu sistema óptico parece compensar as cores ou comprimentos de onda de luz que faltam Quando seguras o filtro verde os teus olhos recebem uma onda curta de cor verde e uma onda média amarelo Para que o espectro fique completo falta um comprimento de onda mais comprido O teu sistema óptico acrescenta o comprimento de onda longo vermelho Os tomates adquirem uma tonalidade avermelhada Quando olhas através

    Original URL path: http://www2.pavconhecimento.pt/exposicoes/modulos/index.asp?accao=showmodulo&id_exp_modulo=98&id_exposicao=2 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Pavilhão do Conhecimento
    a deslocação de ar numa tempestade criando um tornado em miniatura Vê e faz Repara nos quatro tubos verticais de alumínio Procura os orifícios nos lados dos tubos e sente o ar que sai por eles Procura interferir com o tornado sopra lhe ou passa a mão através dele Repara que por vezes decorre algum tempo até que o tornado volte a formar se Que acontece realmente Os tornados formam se em grandes tempestades quando as correntes ascendentes de ar quente e húmido começam a girar Aqui a ventoinha atrai o ar para cima simulando a corrente ascendente que ocorre no núcleo de uma tempestade de tornados O ar emitido pelos orifícios nos tubos de alumínio faz com que a corrente de ar ascendente gire criando aquilo a que se chama vórtice de ar um tornado em pequena escala Um simulador de nevoeiro injecta pequenas gotículas de água que tornam visível a deslocação do ar E então O vórtice do tornado é um dos muitos vórtices que ocorrem na nossa atmosfera Furacões chuvadas e trombas d água são outros exemplos de vórtices atmosféricos A todo o momento há remoinhos de ar à tua volta mas só se tornam visíveis quando

    Original URL path: http://www2.pavconhecimento.pt/exposicoes/modulos/index.asp?accao=showmodulo&id_exp_modulo=99&id_exposicao=2 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Pavilhão do Conhecimento
    Ajustem a luz com o botão Reparem como o teu reflexo se altera Para obter outro efeito tu e o teu amigo podem pôr a luz ao máximo e manter os botões premidos O que acontece Há um pequeno depósito de crómio no vidro Esta camada de metal reflecte alguma luz mas deixa também passar uma quantidade igual de luz Quando o teu lado do vidro está bem iluminado a

    Original URL path: http://www2.pavconhecimento.pt/exposicoes/modulos/index.asp?accao=showmodulo&id_exp_modulo=100&id_exposicao=2 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Pavilhão do Conhecimento
    Pega na varinha e agita a rapidamente para cima e para baixo entre os dois varões Inclina te de lado e olha para a varinha O que acontece O feixe de luz dum projector de diapositivos foca a imagem de um diapositivo no espaço entre os dois varões A imagem está lá mesmo quando não agitas a varinha mas só a vês quando algo reflecte a luz para os teus

    Original URL path: http://www2.pavconhecimento.pt/exposicoes/modulos/index.asp?accao=showmodulo&id_exp_modulo=102&id_exposicao=2 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Pavilhão do Conhecimento
    mola Não faças batota olhando para o bloco Nunca deixes de fitar a mola Repara no momento em que detectas o bloco pelo cantinho do olho O mais certo é aperceberes te da presença do bloco antes de distinguires qualquer outro pormenor ou cor Repara no momento em que distingues a cor lês a palavra ou que te apercebes da sua forma O que acontece Embora não olhes para ele vês o bloco porque o teu olhar foca uma imagem deste na tua retina o tecido fotossensível no interior do teu olho Quando detectas o bloco pelo cantinho do olho estás a usar a tua visão periférica A imagem do bloco é focada pela orla da retina que tem pouca densidade de células fotossensíveis Em vez de enviar sinais individuais para o cérebro estas células estão agrupadas e fornecem apenas uma informação geral dos objectos Consequentemente não distinguem os pormenores Como há poucas células cromáticas na orla da retina não consegues distinguir as cores Como a disposição destas células as torna particularmente sensíveis ao movimento notas que há qualquer coisa em movimento embora não saibas dizer o que é Quando olhas directamente para o bloco a sua imagem forma se

    Original URL path: http://www2.pavconhecimento.pt/exposicoes/modulos/index.asp?accao=showmodulo&id_exp_modulo=103&id_exposicao=2 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Pavilhão do Conhecimento
    cada lado do cone Existe uma reacção idêntica R na superfície do cone senão os teus dedos afundavam se no cone Existe também uma força de fricção que actua para cima ao longo da superfície do cone cuja magnitude depende da força exercida e dos teus dedos e a superfície estarem ou não escorregadios medida como coeficiente de fricção m Força aplicada pelo dedo Força de fricção Rxm m é geralmente entre 0 e 1 peso do cone Se a força ascendente é maior que o peso do cone este será retirado do buraco A força de fricção no entanto não actua directamente para cima Para um ângulo de 60º a força ascendente efectiva é de 86 do total do efeito de fricção o que normalmente é suficiente para levantar o cone Quando o ângulo se torna maior mudam dois factores Torna se mais difícil agarrar o cone quando os dedos tendem a escorregar Isto significa que aplicas menos força e que a força de fricção correspondente é também menor A direcção em que actua a força de fricção é mais horizontal assim uma proporção menor da força actua para cima Efeito de fricção menor mais próximo da horizontal Pressionas

    Original URL path: http://www2.pavconhecimento.pt/exposicoes/modulos/index.asp?accao=showmodulo&id_exp_modulo=136&id_exposicao=6 (2016-01-01)
    Open archived version from archive

  • Pavilhão do Conhecimento
    o que é O que acontece Podes ter a certeza que o que se usa normalmente para abrir uma arca nesta não serve pelo que podes esquecer as chaves e as manivelas O porta chaves que diz Esta é a chave da Arca do Tesouro é a verdadeira chave Contém um íman que acciona o mecanismo de abertura quando o colocas com o lado das letras contra a fechadura de

    Original URL path: http://www2.pavconhecimento.pt/exposicoes/modulos/index.asp?accao=showmodulo&id_exp_modulo=137&id_exposicao=6 (2016-01-01)
    Open archived version from archive